Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/01/21 às 18h08 - Atualizado em 13/01/21 às 19h18

HUB inaugura novos leitos para hemodiálise

COMPARTILHAR

Secretaria de Saúde já regula 90% desses leitos e irá ampliar o tratamento na rede pública do DF

 

GUILHERME PEREIRA, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

Osnei Okumoto participou da inauguração dos leitos que serão regulados pela Secretaria de Saúde – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

O Hospital Universitário de Brasília (HUB) adquiriu 22 novos leitos ambulatoriais para a realização de hemodiálise, o que potencializará o tratamento na Rede de Saúde do Distrito Federal. Ao todo, 90% desses leitos são regulados pela Secretaria de Saúde e podem ser utilizados por pacientes que já estão inseridos na fila de espera. A inauguração ocorreu nesta nesta quarta-feira (13) com a presença do secretário de Saúde, Osnei Okumoto, a superintendente do HUB, Elza Noronha, entre outros.

 

Com a ampliação, o hospital passa a oferecer 120 vagas para hemodiálise, das quais 110 são reguladas, o que, segundo a SES, representa um aumento significativo no serviço oferecido pela rede pública. No início de 2020, o HUB disponibilizava apenas 28 vagas. As máquinas funcionam durante seis dias na semana, de segunda a sábado, e em três turnos, cada leito pode ser usado por até seis pacientes.

 

Durante a cerimônia de inauguração dos leitos, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, comentou a importância desta ampliação de vagas para o tratamento de hemodiálise. “Estamos muito felizes em poder ampliar a capacidade de atendimento da nossa rede. Isso vai nos ajudar muito, visto que cada vez há mais pacientes necessitando desse atendimento, inclusive com os que vêm da Região do entorno procurar a rede pública do DF para tratamento”, afirmou o secretário.

 

Leitos já estão disponíveis para uso de pacientes da rede pública de saúde – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

Com a ampliação e a regulação das vagas, o HUB também contribui para a desospitalização de 139 pacientes que faziam o tratamento em leitos de UTI de outros hospitais da rede pública, o que promove a liberação de mais leitos para o enfrentamento da pandemia de Covid-19.

 

Para a superintendente do HUB, Elza Noronha, a grande ampliação do serviço é um forte aliado no combate a pandemia. “O que nós estamos entregando hoje para a população do Distrito Federal é ampliação de serviço. É aumento de número de atendimento, de vaga de atendimento. É um salto de qualidade não só para a saúde pública, mas para a formação de pessoas”, comentou.

 

O hospital investiu R$ 1,1 milhão nos novos equipamentos. Com a aquisição, o HUB destinou o equipamento mais antigo para outras alas do hospital, incluindo a UTI, que agora pode oferecer suporte dialítico aos pacientes internados.

 

Enfermaria de saúde mental

 

Durante a cerimônia de inauguração dos novos leitos para hemodiálise, a comitiva da Secretaria de Saúde também visitou a nova enfermaria de saúde mental do HUB. A ala possui 10 leitos de internação, dos quais 9 são regulados pela SES/DF.

 

Novos leitos ampliam oferta de serviços de saúde mental na rede pública – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

Por meio dessa nova ala, a rede de saúde passa a ter três hospitais que oferecem internação em serviços psiquiátricos: O Hospital São Vicente de Paulo, o Hospital de Base e, agora, o HUB.

“Nós já temos uma rede que, apesar de grande, ainda é insuficiente para que a gente possa fazer o atendimento de todos os pacientes. Então, essa oferta de mais 10 leitos aqui no HUB vem agregar muito às nossas necessidades”, comentou Osnei durante a visita.