Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/10/13 às 18h23 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

Idosos participam de comemoração na Regional do Guará

COMPARTILHAR

Teatro, dança e automassagem

Em comemoração ao Dia Internacional do Idoso, o Programa Integral à Saúde do Idoso (PAISI) da Regional de Saúde do Guará promoveu sexta-feira (04) um encontro com várias atividades para a melhor idade no Clube da Saúde. O evento contou com a participação da Companhia de Teatro e Dança Asa’s, Coral das Gerações e do grupo da Automassagem.

“Atividades como essa são essenciais para promover a integração e ampliar o alcance das ações que realizamos. Aqui temos o grupo de idosos da Estrutural, da nossa automassagem e da Presbiteriana, por exemplo. Muitos idosos estão em casa e com depressão, e os que estão aqui hoje, nos ajudam a divulgar o que está acontecendo nos centros de saúde”, afirmou a enfermeira Rosângela Silva, coordenadora do Programa.

O secretário da Secretaria do Idoso, Ricardo Quirino, afirmou que é de extrema importância essa valorização e parabenizou a SES/DF pela iniciativa. “Este é um momento de compartilhar experiências e comemorar a vida. Não é todo mundo que tem o privilégio de chegar até aqui”, destacou. O Secretário também frisou algumas ações que vem realizando como a 1ª Colônia de Férias do Idoso, a mudança da Secretaria do Idoso para a estação de Metrô da 102 sul e as campanhas de conscientização contra a violência ao idoso e de orientações em relação à abordagem de bancos e financeiras.

A aposentada, Isonita Martins, participou e aprovou a iniciativa. “Eu tenho plano de saúde, mas todas as vezes que precisei do centro de saúde sempre tive respostas boas. Esse evento é uma oportunidade de integrar as pessoas e plano de saúde nenhum faz isso”, afirmou.

Juca Costa, da Companhia de Teatro e Dança ASA’S, elogiou e agradeceu a oportunidade de participar do evento. Depois que se aposentou ficou com depressão, começou a participar das atividades para a terceira idade no SESC e não parou mais. Foram dez anos de dança cigana até montar a sua própria companhia. “Hoje foi um prazer esta apresentação aqui. Essa é uma oportunidade que não podemos perder. A dança tem o poder de curar e sarar feridas da alma. Recebi uma pessoa que tinha aposentado e recentemente perdido o marido. Estava triste e abatida. Em um mês todos viram a sua transformação”, declarou.

Para quem quiser participar das atividades para o idoso, o centro de Saúde nº 01 tem atividades de automassagem, dança e atividade física. O centro de Saúde nº 02 também tem atividade física. A dança cigana é oferecida na Casa da Cultura do Guará II, todas as segundas e quartas, das 10h30 às 12h. Qualquer pessoa pode participar.

Érika Bragança

Leia também...