Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/05/16 às 20h58 - Atualizado em 30/10/18 às 15h15

Idosos recebem orientação nutricional para ganho de massa muscular

COMPARTILHAR

Ação ocorreu no Centro de Saúde 9 do Cruzeiro e contou com 160 pacientes

BRASÍLIA (25/5/16) – Cerca de 160 pacientes participaram, nesta quarta-feira (25), do primeiro encontro de saúde realizado no Centro de Saúde 9 do Cruzeiro. O foco principal do evento foi mostrar aos idosos quais são os alimentos essenciais para ganho de massa muscular.

O encontro foi aberto com uma palestra. Depois, os idosos passaram por uma espécie de circuito, tendo contato com os alimentos importantes para serem consumidos antes, durante e depois da atividade física. Ao final, todos receberam um folder explicativo com as orientações repassadas.

Alaíde Garcez foi uma das participantes do evento e diz ter achado maravilhosa a iniciativa. “É bom a gente saber das coisas porque assim não temos desculpas para fazer errado”, salientou. Muitas informações repassadas não eram de conhecimento de alguns pacientes. “Eu não sabia nada. Por exemplo, a função da fibra para o organismo é novidade para mim”, diz Antônia Rosa.

Para Eleonora Sampaio, que é diabética, as explicações foram de grande valia para ela sobre o que comer sem alterar a glicemia. “Eu tinha medo de comer qualquer coisa, ficava toda hora verificando a glicemia. Agora, clareou tudo”, diz.

INICIATIVA – A ação foi proposta depois que a nutricionista da Secretaria de Saúde, Fernanda Farias fez um levantamento com os idosos do grupo Esperança e descobriu que metade deles estava tendo perda de massa muscular.

“Em março, fizemos uma avaliação nutricional com bioimpedância com os idosos desse grupo e descobrimos que mais de 50% deles, apesar de estarem no peso adequado, apresentavam perda de massa muscular. Essa redução pode provocar uma série de problemas, como atrapalhar a sustentação óssea”, explicou Fernanda Farias.

Segundo a nutricionista, dentro de seis meses uma nova avaliação será feita com estes mesmos pacientes para saber se a alimentação correta e a prática de atividade física regular, que eles praticam três vezes por semana, está fazendo o efeito desejado.

Leia também...