Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/01/19 às 9h00 - Atualizado em 15/01/19 às 17h11

Janeiro Branco lembra importância de cuidar da saúde mental

 

Comemorada no primeiro mês do ano, a campanha Janeiro Branco tem o objetivo de colocar em destaque a temática da promoção da saúde mental, na tentativa de esclarecer e prevenir doenças como ansiedade e depressão. A campanha, criada em 2014 em Minas Gerais, integra a agenda da Secretaria de Saúde do Distrito Federal desde o ano passado.

 

 

“É uma data convencionada para discutir esse tema, mas o importante é trabalhar todos os dias ações para promover a saúde mental, que é essencial para a qualidade de vida”, conta a diretora de Saúde Mental da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, Elaine Bida.

 

Segundo a diretora, uma saúde mental preservada, bem tratada, previne vários problemas de maior impacto na vida da pessoa. “Ela é um preceito para todos viverem bem, ter qualidade de vida, autonomia, vontades, planejamento, sonhos. É o eixo da nossa vida”, afirma.

 

Para alcançar isso, Bida destaca alguns dos principais pilares para uma saúde mental de qualidade.

 

“Está mais do que comprovado que a atividade física, hoje, previne doenças cardiovasculares, metabólicas e neurológicas, como Alzheimer. Ela é indispensável. Mas tem outros pontos fortes, como a religiosidade, que ajuda muito na resiliência e em problemas pontuais, como luto e situações difíceis. Um bom sono também é um marcador de qualidade de vida, para se ter uma melhor saúde, tanto física quanto mental”, pontua a diretora.

 

ATENDIMENTO – Para quem se identifica com os sintomas relacionados a doenças como depressão e ansiedade, o primeiro passo, dentro da rede pública, é buscar uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Os profissionais estão habilitados para identificar o problema e dar os encaminhamentos necessários.

 

“Quando a pessoa começa a perceber que algo está errado, deve procurar um serviço de orientação, porque, às vezes, não chega nem a virar doença ou a desenvolver algum transtorno”, recomenda Bida.

 

Quando é preciso tratamento, a rede conta com Centros de Atenção Psicossocial (Caps), além do Instituto de Saúde Mental (ISM).

 

CAMPANHA – Criada por psicólogos brasileiros, o Janeiro Branco ganhou peso nacional e tem o apoio do Governo do Distrito Federal.

 

Janeiro foi escolhido para a campanha por ser um marco de recomeço, assim como a cor branca, que simboliza uma folha de papel nova. A campanha ainda visa eliminar o estigma sobre os transtornos mentais, como o receio de procurar um psicólogo para conversar sobre alguma perda ou desconforto.

 

 

Da Agência Saúde

Imagens: Reprodução/Campanha Janeiro Branco