Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/05/20 às 20h04 - Atualizado em 18/05/20 às 14h07

L’Oreal doa produtos da linha de cuidados com a pele para servidores do Hran

Foram distribuídos 458 kits para profissionais que atuam na linha de frente do enfrentamento da Covid-19

 

Nesta sexta-feira (15), os servidores que trabalham no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) receberam kits com cremes hidratantes para o corpo, mãos e protetor facial, doados pela empresa L’Oréal. Os servidores de todos os setores receberam os kits.

 

“É um momento delicado o que estamos vivendo todos os dias e essa doação é uma forma de acalento, carinho para os profissionais que estão na linha de frente do enfrentamento da Covid-19”, afirma o dermatologista Eugênio Reis.

 

De acordo com o médico, essa iniciativa é muito positiva, tendo em vista que o excesso de lavagem de mãos causa o ressecamento da pele, e o uso contínuo da máscara de proteção facial pode causar alergias, até mesmo, dermatites de contato com metal, já que algumas máscaras possuem estrutura metálica.

 

“Esses produtos são de excelente qualidade e fazem parte da linha de cuidados com a pele. Essa é uma motivação para os profissionais da saúde. O servidor não quer saber só de salário, mas também de melhores condições de trabalho, ainda mais numa situação quase de guerra que estamos vivenciando”, explica.

 

PRODUTOS – A L’Oréal doou um total de 1.832 produtos da linha de cuidado pessoal (hidratação, proteção e reparação da barreira cutânea). Os kits foram compostos por um hidratante corporal, um protetor facial (Balm) e um hidratante para as mãos.

 

No total, foram 458 kits entregues para os profissionais de vários setores do Hran que estão na linha de frente do enfrentamento do coronavírus. Anteriormente, a L’Oréal já havia doado à Secretaria de Saúde 30 mil unidades de álcool em gel de 340 gramas.

 

“Os profissionais de saúde estão tendo vários tipos de ressecamento na pele, pois a lavagem de mãos é em grande quantidade. O uso do álcool em gel também prejudica muito a pele das mãos”, observa Carmélia Reis, dermatologista e supervisora do programa de residência médica do Hran.

 

Na avaliação de Cleidy Crisostomo, gerente de Enfermagem, as doações vieram a calhar, já que esse é um momento em que os servidores mal têm tido tempo para se cuidarem.

 

A técnica em enfermagem Gleice Barbosa ficou muito feliz com a iniciativa da empresa e disse que “ações como essas tornam o trabalho dos profissionais mais leves e os motivam ainda mais, em um momento tão difícil.”

 

Texto: Jurana Lopes, da Agência Saúde
Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Saúde