Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/08/13 às 19h16 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

66 mulheres foram submetidas a cirurgia para não ter mais filhos

COMPARTILHAR

Mutirão  no HMIB acabou sexta-feira (16)

O 20º Mutirão de Cirurgia Ginecológica para mulheres interessadas em não ter mais filhos, realizado no Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB),  terminou na madrugada de sexta-feira (16), com o atendimento de  66 mulheres.

“O mutirão foi realizado durante dois dias da semana passada, na quarta e quinta-feira desta semana e está programado para acontecer todos os meses até novembro”, comenta o diretor do HMIB, João Vilela.

A ação, que faz parte do projeto Saúde Para Todos da Secretaria de Saúde em conjunto com o Ministério da Saúde, visa atender pacientes que participam do Programa de Planejamento familiar e aguardam o procedimento na fila de espera da Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

Segundo a médica ginecologista do HMIB, Carla Martins, o procedimento é realizado nas pacientes por meio do uso de um microdispositivo intratubário que promove a obstrução permanente das trompas, impedindo a gravidez. O método é irreversível e dura de 10 a 15 minutos.

“É um procedimento rápido que não necessita de anestesia, nem deixa cicatrizes. A paciente também não precisa estar em jejum e pode ir embora uma hora após a laqueadura ter sido realizada”, explica a médica.

Saiba mais:
Para ter acesso ao Serviço de Planejamento Reprodutivo do HMIB é preciso procurar a regional de saúde mais próxima de casa. Também é válido lembrar que a SES/DF disponibiliza nos centros de saúde outros métodos contraceptivos, como camisinhas, anticoncepcionais, Dispositivo Intrauterino (DIU) e Vasectomia.

Ludmila Mendonça