Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/02/14 às 10h58 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Mais de 80% dos pacientes aprovam os serviços do Hospital de Taguatinga

COMPARTILHAR

Pesquisa de opinião foi aplicada no final do ano passado e 535 pessoas participaram

Pesquisa de Opinião realizada pelo Hospital Regional de Taguatinga aponta que mais de 80% dos usuários aprovam os serviços oferecidos pela unidade de saúde pública do DF. A pesquisa foi realizada no ano passado, para medir o grau de satisfação do paciente em relação aos serviços oferecidos durante a internação e a utilização dos serviços do laboratório.

“Em 2013, realizamos mais de 700 mil exames laboratoriais e 35 mil atendimentos na internação. Esta pesquisa nos deixa satisfeitos com os resultados. Entretanto, estamos diariamente buscando a melhoria dos nossos serviços, para que o paciente seja bem atendido em todas as suas necessidades”, disse o coordenador-geral de Saúde de Taguatinga, Otávio Augusto de Siqueira.

A Pesquisa de Opinião foi oferecida aos pacientes internados no hospital e para aqueles que realizaram exames laboratoriais. O resultado do levantamento foi obtido por amostragem de 535 pacientes que se dispuseram a responder a avaliação.

Deste total, 225 pacientes internados eram do sexo feminino (63,6%), do sexo masculino (32,0%) e não informaram (4,4%). Dentre os serviços pesquisados, o atendimento médico recebeu a avaliação de “ótimo” (68,9%); enfermagem “ótimo” (61,3%); limpeza “ótimo” (41,3%); alimentação “bom” (41,8%) e recepção “bom” (38,2%).

“Enquanto estive internado, nada tenho a reclamar do atendimento. A enfermagem me tratou muito bem, com medicações feitas na hora certa, nada a reclamar. Foi tudo ótimo”, disse o paciente Josino Moreira de Souza, 70 anos, paciente internado na Clínica Cirúrgica e morador de Taguatinga.

Na avaliação laboratorial, participaram 310 usuários, na sua maioria do sexo feminino, 67,1%; e do sexo masculino, 28,1%. Não informaram 4,8%. O serviço da recepção da unidade foi avaliada como “bom” (43,9%); atendimento durante a realização do exame “bom” (40,0%) e qualidade do atendimento “bom” (42,3%).

O depoimento do paciente Alfredo Rocha de Oliveira, 37 anos, confirma a estatística. “O atendimento no laboratório do HRT é muito bom. Demorei menos de 10 minutos pra ser atendido. Estou muito satisfeito”, disse o morador de Taguatinga.

Além da pesquisa de opinião, a regional disponibiliza outro canal de comunicação para que os pacientes possam avaliar os serviços de saúde que é a Ouvidoria. O órgão atende pelo telefone 160. Nela, o paciente, também, poderá obter informações sobre agendamento de consultas e cirurgias, fazer elogios, sugestões, críticas entre outros.

Critérios da pesquisa

O levantamento foi realizado entre outubro a dezembro de 2013, nas unidades de internação do hospital que incluía ortopedia, ginecologia, nefrologia, clínica médica, cirúrgica, pediátrica, cardiologia e maternidade. Os servidores dos setores avaliados orientavam os pacientes a responderem um questionário composto por cinco perguntas e depositá-lo em urna acrílica lacrada no posto de enfermagem de cada setor.

No questionário, o internado avaliava os serviços de saúde como “ruim”, “regular”, “bom”, “ótimo” e “não fiz uso”, para o atendimento da recepção, enfermagem médico, serviço de nutrição e limpeza.

A pesquisa contou a participação do Núcleo de Educação Permanente em Saúde (NEPS), Coordenação de Ensino e Pesquisa do HRT, Gerência de Enfermagem e Gestão de Leitos.

Por Claudete Nascimento e William Rodriguez, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539