Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/12/21 às 20h26 - Atualizado em 15/12/21 às 7h20

Mais de duas mil cadeiras de rodas entregues em 2021

Até quinta-feira (16), Oficina Ortopédica entrega 369 unidades compradas pela Secretaria de Pessoa com Deficiência

 

CAMILA HOLANDA, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF | EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

 

A Oficina Ortopédica da Secretaria de Saúde vai fechar o ano com a marca de 2.107 cadeiras de rodas entregues aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Dessas, 506 foram adquiridas pela Secretaria Extraordinária da Pessoa com Deficiência (SEPD). A parceria entre as pastas acontece desde 2020 e agiliza o atendimento à fila de espera.

 

Mutirão de entrega de cadeiras de rodas vai até a próxima quinta-feira (16) – Foto: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

“Como acontecem em paralelo aos nossos processos de aquisição, as compras da SEPD vem para ampliar o número de pessoas que são contempladas”, ressalta a gerente de Serviço de Saúde Funcional (GESSF), Camila Medeiros.

 

Inclusive, acontece, até quinta-feira (16), na Oficina Ortopédica, o mutirão de entrega de 369 cadeiras de rodas adquiridas pela SEPD. Nessa remessa, estão seis tipos de cadeiras: monobloco, paraplégica infantil, tetraplégica infantil e adulto, de uso para banho e para obesos. Ao todo, a Oficina trabalha com 12 modelos.

 

O secretário da Pessoa com Deficiência, Flávio dos Santos, elogiou o trabalho desenvolvido pela Saúde. “Quero parabenizar, principalmente pela qualidade do serviço feito aqui, que tem trago resultados muito positivos. Conheço centenas de pessoas que foram atendidas aqui e vejo a diferença que faz na vida delas”, comenta.

 

Nícolas recebeu uma cadeira de rodas manual – Foto: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

Na manhã desta terça (14), o Nícolas Gabriel, 17 anos, foi até o local para buscar uma cadeira de rodas manual. Segundo a mãe dele, Elisângela Ferreira, o novo item vai servir para substituir, quando for para a manutenção, a cadeira motorizada que Nicolas usa diariamente. Outra vantagem é facilitar a locomoção em locais de difícil acesso. “Quando vamos para parques, por exemplo, ou outros lugares onde o chão é irregular, fica difícil acessar com a motorizada. A (cadeira) manual vai ajudar muito”, explica.

 

O garoto tem distrofia muscular de duchenne, uma doença degenerativa. Recentemente, perdeu o movimento do pescoço e, por isso, também aproveitou a ida à Oficina Ortopédica para solicitar adaptações na cadeira, que já utiliza há cinco anos.

 

Luiz Eduardo com os pais. Ele recebeu uma cadeira de rodas – Foto: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

Já o pequeno Luiz Eduardo, 3 anos, tem síndrome de west. A mãe, Estephanie Santos, relata que já precisava do equipamento há dois anos, mas não tinha condições de comprar. Em junho, fez a solicitação à Secretaria de Saúde e, nesta terça (14), o menino recebeu a primeira cadeira de rodas, totalmente adaptada às necessidades dele. “Ele já não cabe no carrinho de bebê que usávamos e não dava para ficar muito tempo no colo. A cadeira vai ajudar muito na nossa rotina”, comenta Estephanie, emocionada.

 

Balanço

 

“Apesar de ainda ser um ano de pandemia, não paramos de produzir e continuamos com as aquisições e atendendo os pacientes”, avalia Camila Medeiros. Em 2020, por exemplo, foram 2.115 cadeiras de rodas entregues ao todo, mais que em 2019, quando a Secretaria distribuiu 1.991 unidades. Dentre os modelos mais demandados, estão a cadeira de banho, de banho com aro propulsão, a monobloco e a que atende adultos paraplégicos.

 

Foto: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

Para solicitar uma cadeira de rodas, os pacientes precisam comparecer ao Núcleo de Atendimento Ambulatorial de Órteses, Próteses e Materiais Especiais (NAOPME), na Estação do Metrô 114 Sul (Praça do Cidadão, Salas 06 e 07), portando documento de identidade ou certidão nascimento, CPF, cartão do SUS, comprovante de residência e laudo ou pedido médico ou de especialista não médico da rede pública de saúde que comprove a necessidade de uso de meio auxiliar de locomoção.