Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/05/14 às 20h25 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Mamografia é exame mais realizado nas Carretas da Mulher

COMPARTILHAR

Procedimento procura reduzir incidência do câncer de mama

Foto: Renato Araújo

As Unidades Móveis de Saúde da Mulher ou Carretas da Mulher, gerenciadas pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF), realizaram 7.870 mamografias no período de janeiro a março de 2014. A quantidade de mamografias neste ano corresponde a 93,2% do total de exames feitos pelas unidades.

Segundo dados da Gerência de Processamento de Informações Ambulatorial e Hospitalar (GEPI/DICOAS/SUPRAC/SES-DF) são realizados em média 2.623 mamografias em cada unidade. Comparativamente, o Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) registrou 615 exames entre janeiro e março deste ano.

Sobre a importância da realização frequente dos exames para as mulheres do DF, a diretora de Gestão de Atenção Primária, Cleunici Godois, comenta: “A carreta procura oferecer os serviços às mulheres do Distrito Federal, principalmente as que residem em áreas de difícil acesso e que se encontram na faixa de risco do câncer de mama (50 a 69 anos), permitindo assim o diagnóstico precoce e consequentemente ações públicas para minimizar os casos de câncer de mama, que atualmente representa a maior causa de mortalidade em mulheres”.

O projeto itinerante, que visa levar saúde e bem estar às mulheres das diversas regiões do DF, realiza exames como o Papanicolau (preventivo de câncer ginecológico), por exemplo, que não necessitam de indicação médica, enquanto mamografias e ecografias precisam ser indicadas por profissionais.

Abaixo, seguem as localizações das quatro carretas da mulher que já estão em funcionamento.
Todas as carretas possuem horário fixo de 7h às 12h, e das 13h às 17h
Guará – no Centro de Saúde nº 01 até o dia 16 de maio
Sobradinho – na Clínica da Família em Nova Colina dos dias 22 à 30/05
Santa Maria – no Centro de Saúde nº 1 do dia 05 à 23/05
Paranoá/Itapoã – DF-250 – dos dias 9 à 20 de maio
Para mais informações e números sobre a carreta, clique aqui

Paulo Cronemberger, da Agência Saúde DF