Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/03/16 às 19h45 - Atualizado em 30/10/18 às 15h14

Mudanças na Farmácia Central aumentam segurança de medicamentos

Curso de capacitação e reorganização de insumos  foram algumas das ações para evitar riscos e desperdícios

BRASÍLIA (22/3/16) – Onze operadores de empilhadeiras da Farmácia Central da Secretaria de Saúde receberam, nesta terça-feira (22), certificados pela participação em curso para aperfeiçoamento do trabalho. A capacitação, oferecida pelo Senai por meio de contrapartida com uma faculdade particular, teve duração de duas semanas.

“Por meio desse curso, eles poderão trabalhar com ainda mais segurança”, destaca o gerente da Farmácia Central, Frederico Paiani. Os operadores que participaram da capacitação são responsáveis por empilhar as caixas de medicamentos e insumos nos pilotis.

MUDANÇAS – Além do aperfeiçoamento dos servidores, outras mudanças foram feitas na Farmácia Central, para oferecer mais segurança aos servidores, aos medicamentos e maior organização, evitando desperdícios.

“Fizemos a separação dos produtos por lote e validade. Antes, quando os medicamentos chegavam, eram agrupados apenas por tipo. Passamos a usar a técnica de logística PVPS, ou seja, o primeiro que vence é o primeiro que sai. Assim, evita que medicamentos sejam jogados fora por estarem fora do prazo de validade”, explica o gerente da farmácia.

Os documentos da farmácia, que antes ficavam espalhados pelos setores da unidade, agora foram organizados em único armário, facilitando a localização. Também foi criada a área de segurança de Órteses, Próteses e Materiais Especiais (OPME). Esses itens, que chegam a somar R$ 20 milhões em mercadoria, agora ficam trancados em uma área reservada na Farmácia Central.

MANUTENÇÃO – O galpão onde está localizada a Farmácia Central também está passando por manutenção. Já foram trocadas lâmpadas queimadas, janelas quebradas e as placas de concreto do piso que estavam quebradas. Agora, os banheiros da unidade passam por reforma.