Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/07/20 às 14h09 - Atualizado em 16/07/20 às 19h49

Música traz conforto e alegria para pacientes internados no HRSam

Servidoras levam alegria e humanizam o atendimento no HRSam

 

ÉRIKA BRAGANÇA, DA AGÊNCIA SAÚDE

 

Nas cordas de um violão e um violino que as técnicas de enfermagem Dilza Holland e Zélia Martins levam alegria para os pacientes internados em todos os andares, nas enfermarias, pronto-socorro e nas UTIs do Hospital Regional de Samambaia (HRSam). Embalados pelas melodias tocadas nos dois instrumentos, os pacientes internados acometidos pelo novo coronavírus encontram um alento em meio à luta contra a Covid-19.

 

Sem poder receber visitas, pacientes se distraem com música – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

Isolados em sem receber visitas de seus entes queridos, os internados contam com um atendimento humanizado e feito especialmente para eles. Por conta da pandemia, o apoio dos voluntários está suspenso e a iniciativa dos profissionais do HRSam faz a diferença na vida daqueles que convivem com a saudade e a ansiedade da volta para casa.

 

Duas UTIS do HRSam são exclusivas para atender pacientes da Covid-19 – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

A equipe está ajustando o projeto para dispor de mais dias e receber outros colaboradores que possam passar nos leitos com mais frequência. Mas, a unidade já conseguiu implementar a ação duas vezes na semana.

 

Além da humanização, diversos estudos apontam os benefícios da musicoterapia, entre eles destacam-se o estímulo ao bom humor e aumento da disposição, redução da ansiedade, combate do estresse e, além disso, o ato de ouvir música estimula a capacidade respiratória e cardíaca do paciente. De acordo com Bruno Santos, gerente de enfermagem, o momento tem sido um bálsamos para todos e um escape para a mente.

 

As técnicas de enfermagem visitam todas as enfermarias, UTIs e pronto-socorro – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

“A equipe tem observado que no momento em que passamos pelos corredores à beira leito dos pacientes, tocando os instrumentos, esse momento torna-se uma válvula de escape para todo mundo, profissionais de saúde e pacientes que estão vivendo um momento de muita tensão no enfrentamento da pandemia”, declarou Bruno.

 

Com atividades dos voluntários suspensas, servidores do HRSam decidiram levar alegria para os pacientes – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

Luciano Gomes, diretor da unidade hospitalar, comemora mais essa iniciativa destacando que o maior bem que a instituição tem é o servidor engajado e preocupado com outras questões que não apenas a técnica. Com as servidoras que iniciaram o projeto, a gestão quer aumentar o time para implementar a ação mais vezes na semana.

 

Violino e violão são os instrumentos utilizados pelas técnicas de enfermagem do HRSam – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

“A crise nos traz oportunidades de sermos melhores em tudo. Estou vendo isso acontecer e o quanto a nossa equipe é engajada não só com as questões técnicas, mas estão preocupados com o lado humano do atendimento. Essa preocupação não fica com eles, transforma-se em ação e atitude como esse projeto de música. O melhor ainda é vê-los usar isso em benefício dos pacientes e dos colegas”, elogiou Luciano.

 

EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

REVISÃO: JULIANA SAMPAIO

VÍDEO: THYESSA ALVES

Música serve de terapia e conforto a pacientes no Hospital Regional de Samambaia