Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/01/13 às 17h31 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Mutirão de cirurgias de catarata atinge meta: 1.500 pacientes já foram operados

COMPARTILHAR

São 150 procedimentos por semana, no HBDF

A Secretaria de Saúde já atingiu a meta de operar 1.500 pacientes com catarata dentro do mutirão de cirurgias iniciado em setembro de 2012. A ação continua até junho e outros pacientes devem passar pelo procedimento. “Estamos fazendo cerca de 150 cirurgias por semana para atender muitos pacientes que ainda precisam”, destaca a coordenadora substituta de Oftalmologia da SES/DF, Diana Pires de Souza.

Segundo a coordenadora, existem atualmente cerca de três mil pessoas inseridas no Sistema de Regulação da SES/DF aguardando por consulta com um oftalmologista. Muitos deles, após a avaliação médica, devem ser encaminhados ao centro cirúrgico para operar a catarata. “A população está envelhecendo e após os 60 anos, cerca de 80% vão necessitar se submeter ao procedimento”, informa.

As cirurgias são feitas no Hospital de Base por sete médicos, dois deles do Hospital Regional de Taguatinga. Os profissionais operam nos turnos em que os centros cirúrgicos utilizados para procedimentos eletivos (agendados com antecedência) estão desocupados – no turno da noite e nos finais de semana. São feitas cerca de 150 cirurgias por semana. Mantido esse ritmo, mais três mil cirurgias devem ser feitas até o final de junho, quando termina o mutirão.

Ao todo, aproximadamente 16 mil pacientes serão submetidos a procedimentos cirúrgicos em sete especialidades médicas, além da odontologia. O investimento na ação é de R$ 34 milhões, sendo R$ 26,4 milhões repassados pelo GDF e R$ 7,6 milhões pelo Ministério da Saúde. A iniciativa faz parte de uma ação nacional do Ministério, proposta aos estados e o Distrito Federal, como forma de ampliar o acesso dos pacientes que aguardam por procedimentos cirúrgicos eletivos de média complexidade.

Celi Gomes