Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/06/13 às 19h40 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Mutirão de densitometria óssea do HMIB atendeu 1.200 pacientes

COMPARTILHAR

Foram 4 meses de atendimentos nos fins de semana

O mutirão de densitometria óssea do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) chega ao fim com o atendimento a 1.200 pacientes, em quatro meses.

A ação, desenvolvida nos fins de semana, com o objetivo de atender mais de 750 pessoas que esperavam pelo exame, beneficiou pacientes de toda a rede pública de saúde do Distrito Federal.

“A equipe estava empenhada e ficou satisfeita com o resultado, porque sabemos que esse exame é fundamental para o diagnóstico e a prevenção de doenças como a osteoporose”, comenta o chefe do núcleo de radiologia e imaginologia do HMIB, Jânio Wagner Pinheiro Lopes.

Os médicos que participaram do mutirão identificaram que dentre os pacientes que estavam na fila de espera, a maioria era de mulheres acima dos 50 anos,
faixa etária em que as mulheres começam a perder massa óssea, segundo a médica da reprodução humana do HMIB Josenice de Araújo. “A partir da meia idade a massa começa a diminuir e o risco de sofrer fraturas é maior. A vulnerabilidade faz a procura pelo exame aumentar”, explica a Josenice.

O HMIB realiza cerca de 320 exames de densitometria óssea por mês. Com o término do mutirão o atendimento continuará sendo feito normalmente no hospital. Os pacientes que necessitarem do exame deverão procurar a rede de saúde do DF para serem inseridos no sistema. Após a consulta, o agendamento será feito pelo setor de regulação e o exame será marcado.

Ana Luiza Greca e Ludmila Mendonça

Leia também...