Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/10/19 às 11h41 - Atualizado em 29/10/19 às 9h01

Nova base do Samu será entregue em novembro

COMPARTILHAR

Localizada na 905 Norte, é a primeira das oito que serão preparadas

 

A primeira das oito novas bases do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Distrito Federal deve ser entregue na segunda quinzena de novembro. As obras, na 905 Norte, estão bem adiantadas.

 

Além dessa, outras três já possuem contrato de empreitada de obra firmado por meio da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) e devem ter a construção iniciada em breve. Elas ficarão na QNJ, em Taguatinga; Quadra 305, Conjunto 5, em Samambaia; e QNG, também em Taguatinga.

 

Todas elas seguem o padrão do Ministério da Saúde. São dotadas de repouso para os servidores, banheiros, área administrativa e garagem para os veículos de socorro. Para a construção, serão investidos R$ 2.736.000. Cada unidade sairá por R$ 342 mil.

 

As bases são locais onde as equipes do Samu ficam de prontidão para atender aos chamados da população. Segundo o diretor do Samu, Alexandre Garcia, o objetivo de construir novas bases é fazer a descentralização do Samu e capilarizar ainda mais o serviço. “Assim, poderemos melhorar nosso tempo de resposta e garantir a assistência ao cidadão”, complementa.

 

FUNCIONAMENTO – O Samu tem sete Núcleos de Atendimento Pré-hospitalar. A partir deles, ocorrem as ramificações do serviço nas regiões administrativas, com bases menores.

 

O serviço conta com 30 viaturas básicas e sete avançadas, 20 motolâncias e um helicóptero – frota que cobre todo o Distrito Federal, e que possibilitou, no último ano, o atendimento de 76.245 ocorrências com o envio de viaturas. Mensalmente, o órgão realiza uma média de 6 mil atendimentos.

 

Da Agência Saúde

Fotos: Mariana Raphael/Saúde-DF

Leia também...