Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/03/16 às 19h38 - Atualizado em 30/10/18 às 15h14

Novas unidades de saúde reforçarão o atendimento no DF

COMPARTILHAR

Além de Ceilândia e Samambaia, Brazlândia também ganhará UBS

BRASÍLIA (1/3/16) – A região de Brazlândia ganhará, em breve, três Unidades Básicas de Saúde (UBS). Parte dos recursos para as obras foi garantida nesta segunda-feira (29), quando o Ministério da Saúde liberou R$ 1,9 milhão para a Secretaria de Saúde, por meio da Portaria 199.

Do valor total liberado, R$ 659 mil são para uma unidade, R$ 512 mil para outra e R$ 773 mil para a terceira. A Secretaria de Saúde deverá empenhar o restante dos recursos para as obras.

OBRAS – O recurso foi liberado, coincidentemente, no mesmo dia em que o secretário de Saúde, Fábio Gondim, assinou os contratos para a construção de outras três Unidades Básicas de Saúde, localizadas em Ceilândia e Samambaia. Em processo mais adiantado, as obras dessas UBSs devem começar ainda neste primeiro semestre.

“Essa assinatura viabiliza a construção de três UBSs onde há carência de assistência, que são os condomínios Pôr do Sol e Sol Nascente, em Ceilândia, e uma em Samambaia”, diz Gondim. Ele afirma que este é um convênio antigo, que estava engavetado e agora será concretizado.

Para as obras de Ceilândia e Samambaia, o Ministério da Saúde também liberou cerca de R$ 2 milhões, no ano de 2014. O DF já recebeu parte do dinheiro para dar início às obras. Cada unidade custará, em média, R$ 2,3 milhões.

ATENDIMENTO – Quando ficarem prontas, as UBS de Ceilândia e Samambaia poderão atender, cada uma, cerca de 20 mil pessoas, em uma área total de 646,80 m² cada.

Cada Unidade Básica de Saúde poderá ter até cinco equipes da Estratégia Saúde da Família. As equipes são constituídas por médicos de família e comunidade, dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, técnicos de higiene bucal e agentes comunitários capazes de realizar atendimentos à população de todos os sexos e idades.

Atualmente, a Secretaria de Saúde conta com dez Unidades Básicas de Saúde em funcionamento, sendo duas em Ceilândia, quatro em Planaltina, três em Samambaia e uma em Vicente Pires.

 

Errata: Nesta segunda-feira (29), a Secretaria de Saúde errou ao vicular o valor liberado pela Portaria 199/2016, do Ministério da Saúde, às obras das Unidades Básicas de Saúde de Ceilândia e Samambaia. O valor liberado ontem pelo Ministério da Saúde é, na verdade, para obras de UBSs em Brazlândia.

Leia também...