Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/01/19 às 11h08 - Atualizado em 18/01/19 às 18h58

Objetos sem uso que podem ser criadouros do Aedes serão recolhidos pelo GDF

COMPARTILHAR

 

 

Como parte das ações do SOS DF Saúde, a Força-tarefa para Prevenção e Combate à Dengue e outras Arboviroses está nas ruas. Uma das ações é o recolhimento de objetos inservíveis, ou seja, aqueles materiais que não têm mais utilidade e, muitas vezes, ficam jogados no quintal, podendo acumular água.

 

A Secretaria de Saúde conta com a colaboração dos moradores do DF no combate ao mosquito causador da dengue e outras doenças. Basta cada um vistoriar sua própria residência, eliminando os prováveis criadouros, focos de proliferação do inseto e recolhendo os objetos inservíveis espalhados pelo quintal, como latas, tampas, baldes, garrafas, sacos plásticos, entre outros. As orientações sobre os procedimentos a serem adotados podem ser vistos aqui, no folder elaborado pela pasta.

 

Na primeira etapa de trabalho da força-tarefa, os agentes da Vigilância Ambiental e militares do Corpo de Bombeiros vão visitar as residências, informando e orientando sobre a ação de recolhimento de inservíveis, bem como a data em que essa coleta será realizada.

 

Os moradores deverão colocar os objetos na rua, no final da tarde do dia anterior ao marcado, quando ocorrerá a segunda etapa do processo, com o recolhimento desse material pelo pessoal do SLU.

 

Durante a semana, as equipes serão formadas por 360 agentes da Vigilância Ambiental e 40 do Corpo de Bombeiros. Nos finais de semanas, a ação terá um reforço de 400 militares para a realização das visitas às casas.

 

As ações de recolhimento fazem parte do SOS DF Saúde e contam com a colaboração de diversos órgãos do GDF.

 

Confira o cronograma das ações.

 

 

Josiane Canterle, da Agência Saúde

Foto: Matheus Oliveira/Arquivo-SES