Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/12/21 às 18h23 - Atualizado em 21/12/21 às 18h15

Pacientes em internação domiciliar ganham presente de natal

Cantata organizada por servidores do Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (Nrad) da Região Centro-Sul leva alegria a diversos lares

 

LÍVIA DAVANZO, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF | EDIÇÃO: MARGARETH LOURENÇO | REVISÃO: JULIANA SAMPAIO

 

 

Oferecer um momento de alegria, de descontração e de esperança, tirar o foco da doença e valorizar a saúde. Esses foram os objetivos da cantata de natal realizada, na manhã desta segunda-feira (20), pelo Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (Nrad) da Região Centro-sul para pacientes em internação domiciliar. A ação contou com a participação do músico voluntário Hugo Moura, que por meio das canções animou as casas dos pacientes visitados.

 

Com doações oferecidas pela organização não governamental Moradia e Cidadania, a equipe do Nrad pôde colorir o natal de diversas crianças. Em cada residência, os pequenos recebiam brinquedos entregues pelos servidores. Ao todo 11 pacientes receberam a cantata de natal e 26 crianças ganharam presentes. A cantata passou pelo Lúcio Costa, Estrutural, Santa Luzia e Guará.

 

Ação foi realizada pelo Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (Nrad) da Região Centro-sul – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

 

“O destaque não são para os presentes em si, mas para a lembrança que eles trazem para as pessoas. É uma demonstração de que nos importamos com cada um. Nosso intuito é levar alegria e passar uma mensagem de união e comunhão, aproveitando o espírito natalino. É gratificante proporcionar tudo isso e participar deste momento com os nossos pacientes e seus familiares”, destacou a chefe do Nrad da Região Centro-sul, Andréia Brasil.

 

A primeira casa a ser visitada na invasão Lúcio Costa foi a do paciente Antônio Carlos Pereira da Costa, 47 anos, acompanhado há quase 14 anos pela equipe do Nrad em virtude das sequelas de um acidente vascular cerebral. Na localidade, quatro crianças receberam presentes. “Foi muito bom, alegre, trouxe ânimo para nós”, contou a esposa do Antônio Carlos, Irinésia Vieira de Carvalho.

 

Ação contou com apoio da ONG Moradia e Cidadania – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

 

A seguir, a equipe levou a cantata até Santa Luzia, na Estrutural. Lá, a família da pequena Cecília, de apenas nove meses, recebeu com entusiasmo a ação. Desde outubro, a bebê, portadora de síndrome rara, tem acompanhamento domiciliar pelo Nrad. A mãe da criança, Mayara Alves de Lima, 29 anos, elogiou a equipe. “Sempre fomos recebidos com muito amor e carinho. Toda vez que eles vêm aqui são alegres, sorridentes. Só tenho a agradecer. Eles praticamente fazem parte da nossa família”, disse.

 

Foi a primeira vez que o músico Hugo Moura participou da ação, mas conta que procura fazer trabalhos voluntários ao longo do ano. “Acredito que sempre podemos ajudar alguém, levar nem que seja esperança e alegria. Eu me sinto bem participando de ações como essa”, afirma o morador do Gama, que há 26 anos trabalha como músico.

 

O Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (Nrad) da Região Centro-sul atende cerca de 100 pacientes no Guará, Núcleo Bandeirante e Riacho Fundo I e II – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

 

Ao longo da manhã, a equipe seguiu para outras casas. “O Nrad tem esse privilégio de trabalhar dentro da casa das pessoas. Conhecemos a realidade além da doença. Nos casos dos pacientes que recebem esse atendimento no lar, a família envolve-se para que seja promovida saúde integral a eles. É muito bom poder proporcionar isso”, falou a médica do Nrad Michelle Lopes.

 

Equipe multidisciplinar

 

Atualmente são cerca de 100 pacientes atendidos em domicílio na Região Centro-Sul, englobando Guará, Núcleo Bandeirante e Riacho Fundo I e II.

 

A equipe multidisciplinar é formada por nutricionista, fisioterapeuta, assistente social, psicólogo, enfermeiro, técnico de enfermagem, médico, fonoaudiólogo, técnico administrativo e motorista. Durante a pandemia, eles não pararam os atendimentos. Michelle informou que 100% dos pacientes atendidos pelo núcleo receberam a vacina contra a Covid-19 em casa.

 

Cantata de Natal leva alegria para pacientes em internação domiciliar (20.12.2021)