Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/03/14 às 11h16 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Saude esclarece dúvidas sobre recém-nascidos

COMPARTILHAR

Ação de Saúde é promovida em todas as semanas no Núcleo Bandeirante

Uma ação de saúde promovida pelo Centro de Saúde 2 do Núcleo Bandeirante às segundas-feiras, 9h30, busca sanar as dúvidas das mamães ainda inexperientes. Na unidade, que fica na terceira avenida AE 2, o acolhimento é de cerca de 30 a 40 novos bebês todos os meses. Segundo a enfermeira da Sala da Criança, Dayse Cristina Viana, a amamentação é de longe o principal questionamento das mães.

“Procuramos abrir ao máximo o leque de informações para que nenhuma deixe de amamentar”, justifica, dizendo que mais importante durante a palestra é primeiro ouvir as dúvidas e depois responder aos questionamentos. A melhor posição para amamentar, como fazer para evitar rachaduras nos seios e o fato de nunca usar chupetas ou mamadeiras fazem parte da orientação.

Segundo Dayse, o ideal é que a atividade educativa para os recém-nascidos e suas mães ocorra entre quatro a oito dias após o parto. Isso porque, caso haja algum problema com a amamentação, ainda é possível à equipe do Centro de Saúde intervir e solucionar os problemas.

A alimentação do bebê, no entanto, não é o único tópico abordado durante o encontro. Participando da palestra, as mães ainda são informadas sobre como deve ser o banho, a melhor temperatura, a importância do banho de sol -que deve ocorrer todos os dias- e também uma questão muito comentada, sobre como induzir o bebê a dormir à noite e não durante o dia.

Para Dayse, bebês que “trocam a noite pelo dia”, contam com a inexperiência dos pais. Quando o bebê percebe que ao chorar é retirado do berço, começa a fazer isso sempre. Esse é o início de um fato comum, quando as crianças que dormem com os pais indefinidamente.

“Além disso, dormir com o bebê na cama é um risco que deve ser evitado porque os pais podem machuca-lo durante o sono”, lembra a enfermeira.

Durante o dia o bebê deve ficar na sala, com a televisão ligada, janelas abertas, se adequando ao movimento normal da casa. À noite, deve ficar na penumbra, com a casa silenciosa, com atitudes que levem ao sono e não a estar desperto, aponta Dayse.

Por Arielce Haine, da Agência Saúde DF.
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226