Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/08/19 às 11h55 - Atualizado em 26/08/19 às 11h57

PAV Girassol faz ação sobre cuidado a mulheres vítimas de violência na zona rural

COMPARTILHAR

Atividade aconteceu na Unidade 4 do Jadim II da Região de Saúde Leste

 

Profissionais do Programa de Pesquisa, Assistência e Vigilância à Violência (PAV Girassol), realizaram atividades de matriciamento da Unidade 4 Jadim II da Região de Saúde Leste, abordando o cuidado a mulheres vítimas de violência na zona rural. A atividade aconteceu nesta quinta-feira (22).

 

No encontro, foram definidas estratégias para aumentar a resolutividade do atendimento a mulheres na Atenção Primária, como a criação de práticas integrativas voltadas à redução do estresse, do sofrimento e do isolamento social vivenciado pelas vítimas de violência.

 

“Os profissionais de saúde da Atenção Primária estão em posição estratégica para o diagnóstico e a atuação sobre a violência contra a mulher. Por medo ou por vergonha, a maior parte das mulheres omite a violência sofrida”, relata a chefe do Núcleo de Prevenção e Assistência a Situações de Violência, Natália Pfeil.

 

No entanto, a apesar de não comunicar a situação de violência que estão enfrentando, na maior parte dos casos essas mulheres frequentam os serviços públicos de saúde, por exemplo, para fazer o pré-natal. Segundo Natália, “um acolhimento adequado é fundamental para estabelecer o vínculo desta paciente com o serviço de saúde e fortalecer as ações desenvolvidas pela equipe para aumentar sua resolutividade no acolhimento e acompanhamento dos casos”.

 

Até porque, explica ela, a distância dos serviços especializados dificulta o acesso das pessoas que vivem na zona rural. “Precisamos ser criativos na definição de estratégias de intervenção”, revela Natália Pfeil.

 

O Programa de Assistência, Vigilância e Prevenção à Violência (PAV Girassol) atende pessoas em situações de violência sexual e doméstica em todos os ciclos de vida (crianças, adolescentes, adultos e idosos). O PAV Girassol funciona de portas abertas, não tem lista de espera para acolhimento.

 

Para agendar atendimento, basta solicitar um acolhimento no próprio serviço, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. O Programa conta com uma equipe multiprofissional atuando de forma interdisciplinar.

 

A equipe conta com profissionais de diferentes especialidades – assistente social, psicóloga e enfermeira. O usuário acolhido na unidade recebe atendimento individual para avaliação das principais necessidades e encaminhamentos necessários. A continuidade do atendimento é realizado em grupo, com a abordagem psicossocial.

 

Participaram do evento a assistente social Fernanda Andrade; a professora do Departamento de Saúde Coletiva da Universidade de Brasília, Cláudia Pedrosa; além de outros profissionais de saúde da pasta.

 

Da Agência Saúde

Foto: Divulgação/Saúde-DF

Leia também...