Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/08/21 às 17h59 - Atualizado em 22/08/21 às 18h03

Percentual da população idosa vacinada com a primeira dose se aproxima dos 100%

Cerca de 98% do público entre 60 e 69 anos já recebeu a primeira dose; grupos acima de 70 anos ultrapassaram a previsão

 

JOHNNY BRAGA I EDIÇÃO: JOSÉ CARLOS BARROSO I DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

A vacinação contra a covid-19 avança no Distrito Federal, que já tem 100% da população com 70 anos ou mais com o ciclo de imunização completa: primeira e segunda dose recebidas. Considerando as doses aplicadas até o último sábado (21), o grupo de idosos com 65 e 69 anos já tem 98,67% das pessoas vacinadas com a primeira dose e o de 60 a 64 anos tem 98,58%. Com a imunização completa, os grupos de 70 anos ou mais atingiram o percentual máximo (100%). O de pessoas com idade entre 65 e 69 anos, o percentual de D2 chega a 99,28% e o de 60 a 64 anos a cobertura atingiu 90,88%.

 

Vacinação no grupo de idosos com 80 anos ou mais começou em fevereiro – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

O percentual maior de vacinados com a segunda dose quando comparada à primeira no grupo de pessoas de 65 a 69 anos pode estar relacionado ao fato de pessoas moradoras do DF terem recebido a D1 em outro estado e completado o ciclo vacinal no DF.

 

A campanha também avança em outras faixas etárias e chega a 95,03% dos adultos de 55 a 59 anos que receberam a primeira dose. Esse grupo, porém, tem 41,93% de cobertura de segunda dose. Cabe lembrar que, antes da vacinação ser aberta para quem tem 59 anos (no dia 7 de junho), foram vacinados aqueles que se enquadraram no grupo de comorbidades (que começou em maio) e, quem recebeu CoronaVac fora do grupo de comorbidades, tomou a D2 entre 14 e 28 dias após a D1.

 

Contra a covid-19, 100% da população com 70 anos ou mais já foi vacinada com as duas doses – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

E para quem recebeu a vacina AstraZeneca ou Pfizer-BioNTech em junho, o prazo para recebimento da D2 começa em setembro. Isso reflete no percentual menor da dose de reforço comparando com a primeira.

 

Veja a evolução da campanha: