Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/02/16 às 12h26 - Atualizado em 30/10/18 às 15h14

Poder Executivo Federal adota medidas de prevenção ao Aedes Aegypti

COMPARTILHAR

Documento prevê campanhas educativas e ações de inspeção nos órgãos e entidades

BRASÍLIA (3/2/16) – A partir desta terça-feira (2), o Poder Executivo Federal adotará medidas rotineiras de prevenção e eliminação de focos do mosquito Aedes aegypti em seus órgãos e entidades. O decreto nº 8.662/2016, que trata do assunto, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU).

De acordo com o documento, cada órgão e entidade deverá indicar servidores responsáveis pela coordenação das ações de mobilização, de vistoria e de limpeza. Esses profissionais serão capacitados pelo Ministério da Saúde e pela Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde do DF (SES/DF).

Para tratar do assunto, os representantes desses órgãos estiveram reunidos na manhã de terça-feira, juntamente com o subsecretário de Vigilância à Saúde da SES/DF, Tiago Coelho, e discutiram o cenário mundial das doenças causadas pelo Aedes aegypti – Dengue, Chikungunya e Zika Vírus – e sobre a mobilização desses diversos órgãos no combate a essas doenças.

“A intenção é que com a mobilização dos servidores possamos aumentar ainda mais o número de aliados nesse combate, onde cada um passará a ser um agente de vigilância e levará o conhecimento adquirido também para fora do ambiente de trabalho”, destaca o subsecretário.

Durante a reunião, o representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) elogiou o material informativo de prevenção do governo de Brasília, que foi entregue ao órgão para auxiliá-lo na ação educativa que será realizada ao longo dessa semana com seus servidores. “Nosso material educativo foi bastante elogiado por ser bem esclarecedor. É importante que nós levemos à sociedade informações precisas”, frisa Coelho.

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) vai coordenar os trabalhos do comitê, que será composto ainda por representantes da Casa Civil e do Ministério da Saúde. Uma das tarefas do comitê será acompanhar e avaliar periodicamente o cumprimento das ações determinadas pelo decreto.

AÇÕES NA ESPLANADA – Na sexta-feira (29), os agentes de Vigilância Ambiental da Saúde percorreram a Esplanada dos Ministérios realizando inspeção nos prédios. No sábado (30), 98 garis do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) retiraram 2,5 toneladas de resíduos da região. Já nesta segunda-feira (1º), servidores da Vigilância Ambiental, do Corpo de Bombeiros e da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil realizaram ação de conscientização, com distribuição de panfletos para servidores, turistas e população em geral.

Leia também...