Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/04/20 às 15h06 - Atualizado em 2/06/20 às 1h17

População comparece ao primeiro dia de testagem em massa para Covid-19

Cerca de 100 mil testes serão aplicados nos próximos dias

 

No aniversário de 60 anos de Brasília, celebrado nesta terça-feira (21), os brasilienses ganharam uma importante ação de saúde pública, voltada às pessoas com sintomas de gripe. Foi o primeiro dia da testagem em massa para Covid-19, por meio do sistema drive-thru. A iniciativa gratuita foi amplamente elogiada pelos usuários.

 

“Foi uma ação muito importante de governo. Estou com febre, nariz escorrendo, então foi providencial ter esse teste para saber se tenho ou não coronavírus. Veio na hora certa”, comentou o servidor Marcílio Maron, de 56 anos, que felizmente apresentou resultado negativo para a doença.

 

Todos fizeram os testes no Plano Piloto e em Águas Claras, duas das regiões com maior incidência dos casos da doença. Os pontos escolhidos foram o Estádio Mané Garrincha; os estacionamentos 4, 6, 11 e 13 do Parque da Cidade; a Residência Oficial do Governador; e as universidades Unieuro e Uniplan, em Águas Claras.

 

De acordo o secretário de Saúde, Francisco Araújo, a testagem em massa segue critérios para não provocar aglomerações indesejadas. “É importante lembrar que a medida é direcionada, prioritariamente, aos que estão com sintomas. Dessa forma, podemos descartar a possibilidade de ser coronavírus, ou direcionar aos hospitais de referência, caso seja necessário. Inicialmente, vamos aplicar cerca de 100 mil testes”, explicou.

 

Quem agradece pela oportunidade são pessoas como o funcionário público Albert Barbosa, de 46 anos. Com tosse e irritação na garganta, ele decidiu tirar a dúvida se realmente estava com Covid-19. “Essa testagem foi uma medida excelente. Antes, era realizado só na rede privada, pagando. O governo disponibilizar isso é ótimo para as pessoas com sintomas, que ficam inseguras nesse momento. Foi nota 10”, elogiou.

 

Essa chance também motivou a servidora Sofia Fernandes, de 36 anos, a deixar a quarentena em casa para passar pela testagem. “Eu, meu filho e meu marido estamos com tosses incessantes. Quando soube que tinha essa ação, achei bom fazer o teste para tirar a dúvida e ter conhecimento do que está acontecendo. Por isso resolvi vir”, comentou.

 

O atendimento ocorre por ordem de chegada, dentro do veículo, sendo proibido descer sem orientação da equipe de saúde. O serviço está disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nos pontos determinados pela Secretaria de Saúde. A possibilidade é que mais locais sejam abertos nos próximos dias.

 

SISTEMA – Todos os que tiverem sintomas serão atendidos pelo sistema de drive-thru, organizado pela Secretaria de Saúde para evitar aglomerações e reduzir a transmissão do coronavírus, uma vez que o usuário não precisa sair do carro para fazer o teste.

 

Para isso, eles precisam passar por triagem de temperatura feita pelo Corpo de Bombeiros, que utiliza câmeras térmicas. Aqueles que não apresentarem sintomas não fazem a testagem. Além disso, precisam levar documento de identidade e comprovante de residência.

 

TESTES – Depois da triagem, a testagem é feita com uma simples coleta da gota de sangue do usuário. O resultado sai em até 30 minutos e é fornecido logo após a aplicação.

 

Contudo, os usuários que chegarem com sintomas mais agravados tem a possibilidade de fazer o teste swab – quando coleta-se material da garganta e do nariz com um cotonete, para a amostra ser analisada em laboratório. O resultado sai em até 48 horas.

 

Em circunstancias mais graves, o paciente já pode ser direcionado ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran), referência em atendimento para a Covid-19.

 

Todos os casos confirmados devem ser notificados.

 

RECOMENDAÇÕES – É recomendado que a população utilize máscaras faciais já na saída do domicílio, e que cada carro tenha, no máximo, quatro pessoas.

 

Todos os profissionais de saúde e de apoio estarão utilizando equipamentos de proteção individual (EPIs) em todas as etapas do drive thru.

 

Será de responsabilidade exclusiva dos profissionais de saúde, devidamente identificados, a aplicação dos testes.

 

A Secretaria de Saúde montou equipes com o apoio de técnicos de enfermagem e enfermeiros do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF).

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde
Fotos: Geovana Albuquerque, da Agência Saúde

 

 

População elogia primeiro dia de testagem em massa para Covid-19