Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/09/21 às 16h09 - Atualizado em 24/09/21 às 16h19

População de Ceilândia ganha mais uma UPA

Unidade fica na expansão do Setor O, vai funcionar 24 horas e atender 4,5 mil pessoas mensalmente

 

JURANA LOPES I REVISÃO: JULIANA SAMPAIO I DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

Foi inaugurada, nesta sexta-feira (24), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Ceilândia II, localizada na Expansão do Setor O. Esta é a primeira de uma série de sete UPAs que estão sendo construídas em todo o Distrito Federal na gestão do governador Ibaneis Rocha.

UPA Ceilândia II foi construída na expansão do Setor O. Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

“Queremos entregar a saúde que a população do Distrito Federal merece. Este é um momento especial, precisamos retomar os atendimentos à saúde no DF. Quanto mais desafogar os hospitais teremos mais condições de fazer cirurgias eletivas e procedimentos parados durante a pandemia”, destacou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, na solenidade de inauguração.

 

O chefe do Executivo local deixou claro que vai acelerar a entrega das outras seis UPAS e há a previsão de entregar mais cinco unidades básicas de saúde (UBSs) ainda neste ano. “É um momento de retomada dos leitos para os atendimentos à saúde, após um ano e meio que ficaram fechados só para atendimento para covid-19”.

UPA Ceilândia II já está funcionando. Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

A construção das UPAs é por intermédio do Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal (Iges-DF), que também vai gerir as unidades. A estrutura de Ceilândia vai atender 4,5 mil pessoas por mês e recebeu o investimento de aproximadamente R$ 6,6 milhões repassados pela Secretaria de Saúde do DF, dos quais R$ 5,4 milhões são em obras, R$ 1,7 milhão em equipamentos e R$ 535,5 mil em mobília.

 

“Me sinto lisonjeado em estar presente numa entrega como esta. Nosso intuito é levar a saúde para mais perto da população. Quando entregamos qualquer organismo de saúde é benéfico para a fortalecer a rede pública, além de ajudar na atenção primária à saúde e até mesmo a alta complexidade”, afirmou o secretário de Saúde, General Manoel Pafiadache.

 

Para o funcionamento da UPA Ceilândia II foram contratados por processo seletivo feito pelo Iges-DF 146 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos e outros colaboradores que vão atender os pacientes. Eles foram convocados em 1º de setembro e já passaram por treinamento teórico e prático nas UPAs.


Unidade irá funcionar 24 horas ininterruptamente. Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF
Pafiadache lembrou que, com as outras seis UPAs que serão inauguradas, será possível atender 35 mil pessoas atendidas, além de gerar empregos para diversos profissionais.

 

Atendimento

 

A UPA de Ceilândia II vai funcionar todos os dias 24 horas. Atenderá casos de urgências e emergências de clínica médica, como pressão e febre alta, sintomas respiratórios como falta de ar, desmaio, convulsão, diarréia aguda, infecção do trato urinário, dor abdominal moderada a aguda e complicações cardiológicas e neurologistas, como infarto e AVC.

 

Os médicos prestam socorro, prescrevem medicamentos e exames e analisam se é necessário encaminhar os pacientes a um hospital, mantê-los em observação por 24 horas ou dar alta após o atendimento. Todas as novas UPAs também terão Sala de Ensino, onde os profissionais terão treinamentos e cursos de atualização permanentes fornecidos pela unidade.

UPA Ceilândia II vai desafogar hospitais da Região Oeste. Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

“Entre os princípios que prezamos estão a excelência, pontualidade, segurança do paciente, integridade e honestidade. Por isso, nosso objetivo é que a população seja bem assistida e isso depende também dos nossos colaboradores”, afirmou o presidente do Iges-DF, general Gislei Morais.

 

Estrutura

 

Localizada na QNO 21, Área Especial D, a UPA de Ceilândia II começou a ser construída em maio de 2020, possui uma área de 1,2 mil metros quadrados e conta com dois leitos de atendimento crítico emergencial na Sala Vermelha, seis leitos de observação e um leito de isolamento na Sala Amarela, 10 poltronas de medicação/inalação e reidratação na Sala Verde e três consultórios. A unidade possui uma sala para classificação de risco.

UPA Ceilândia II contará com aparelho de Raio-X. Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

O Iges-DF equipou a nova unidade de Ceilândia para realizar exames laboratoriais de urgência, eletrocardiografia e raio-X. O equipamento de raio-x não é obrigatório nas UPAs, conforme normatização do Ministério da Saúde. Mas o Iges-DF decidiu oferecer esse serviço. O equipamento está em fase de testes e em breve começará a atender a população. Durante o período de teste, pacientes que necessitarem desse exame serão encaminhados para a outra UPA de Ceilândia, na Área Especial D, Via Q1 Norte.

 

Galeria de Fotos:

 

Inauguração da Unidade de Pronto Atendimento de Ceilândia (24.09.2021)