Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/04/21 às 15h19 - Atualizado em 6/05/21 às 14h54

Profissionais de saúde recebem cartas em agradecimento aos serviços prestados

Os agradecimentos são pela dedicação no atendimento aos pacientes durante a pandemia

 

LÍVIA DAVANZO, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

Em meio às adversidades enfrentadas pela pandemia, os profissionais da saúde encontram conforto e motivação nas demonstrações de carinho enviadas pelos pacientes da Rede Pública de Saúde. Na última semana, dezenas de cartas foram recebidas na Unidade Básica de Saúde 1 do Núcleo Bandeirante com mensagens de apoio e agradecimentos aos Heróis da Saúde que atuam no local.

 

 

As cartas foram escritas à mão por um grupo religioso da congregação das Testemunhas de Jeová, do Núcleo Bandeirante. Uma das remetentes, Tassiane Bandeira, conta que o gesto foi uma forma de agradecimento pelo serviço que tem sido prestado à sociedade.

 

“Ver os profissionais de saúde deixando sua família para estar na linha de frente e se dedicando ao cuidado, sentimos gratidão”, diz ao expressar admiração pelo trabalho prestado. Segundo ela, foram feitas 74 cartas enviadas para as UBSs do Núcleo Bandeirante e da Metropolitana.

 

Giovanna Caldas, outra a confeccionar uma carta (em destaque abaixo), destacou o “empenho, dedicação e sacrifício” dos profissionais da saúde durante a pandemia. Ela disse que esse empenho em salvar vidas motivou o envio do agradecimento.

 

 

Reconhecimento

 

Além das cartas, a unidade de saúde recebeu um reconhecimento do 25º Batalhão da Polícia Militar do Distrito Federal como forma de agradecimento à primeira etapa da vacinação contra a Covid, realizada na UBS 1 do Núcleo Bandeirante. Segundo o gerente da UBS, Daniel Gottsch, cerca de dois mil policiais militares já foram vacinados na unidade.

 

Foto: Divulgação/SES-DF

Daniel destaca que esses apoios e retornos trazem motivação. “Esses reconhecimentos estimulam a equipe e trouxeram uma união ainda maior entre os profissionais para o enfrentamento da Covid”, destaca.