Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/11/21 às 18h49 - Atualizado em 4/11/21 às 19h15

Programa Saúde Segura deve reforçar ações em hospitais, UPAs e UBSs

Iniciativa da Secretaria de Saúde e da Polícia Militar é voltada para proteger servidores e pacientes

HUMBERTO LEITE, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF | REVISÃO: JULIANA SAMPAIO | EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

As unidades de saúde em todo o Distrito Federal terão reforço nas ações de prevenção, manutenção da segurança e pronta-resposta às ocorrências. É o chamado Programa Saúde Segura, anunciado hoje (4) durante coletiva de imprensa realizada na Secretaria de Saúde. “São várias ações visando a melhoria da segurança pública nos ambientes hospitalares, não só para os servidores e funcionários, mas também para os usuários, para as pessoas que passam próximas”, afirmou o coronel Jorge Eduardo Naime, chefe do Departamento Operacional da Polícia Militar (DOP).

 

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

Um aplicativo será criado para que chefes das unidades de saúde possam solicitar o atendimento rápido da Polícia Militar em caso de ocorrências, sem precisar esperar pelo tempo de atendimento do 190. Enquanto a tecnologia estiver em desenvolvimento, as Secretarias de Saúde e de Segurança Pública devem promover por meio de aplicativos o contato direto dos servidores das unidades de saúde com oficiais da polícia responsáveis por cada área. Hospitais, Unidades de Pronto Atendimento e Unidades Básicas de Saúde também já foram incluídos como pontos de patrulhamento das viaturas. O resultado é que vai se tornar ainda mais comum ver carros da polícia próximos às unidades da rede de saúde.

 

“A intensificação do policiamento já está acontecendo”, ressaltou o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache. Segundo ele, o registro de ocorrências dentro das unidades é pequeno e restrito a casos que começaram como discussões e se transformaram em agressões. Porém, a principal intenção do Programa Saúde Segura é promover a chamada “sensação de segurança”.

 

 

Outra ação já iniciada no programa é a análise das ocorrências que acontecem nas regiões onde estão localizadas as unidades de saúde. De acordo com o coronel Naime, além de reforçar o policiamento, esse tipo de ação também poderá indicar medidas como poda de árvores, reforço da iluminação pública e da estrutura de cada local.