Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/03/20 às 15h08 - Atualizado em 19/03/20 às 15h57

Projeto do HRT disponibiliza livros para pacientes e acompanhantes

COMPARTILHAR

A iniciativa visa um ambiente mais acolhedor e o inventivo à leitura

 

A assistência humanizada vai além de cuidados com a doença. É uma atenção que está voltada para a avaliação das necessidades gerais do paciente e dos familiares. Nesse sentido, a direção do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) disponibilizou um espaço de leitura no ambulatório da unidade. O objetivo é a promoção de um ambiente mais acolhedor, incentivando à leitura e proporcionando entretenimento e bem-estar para usuários e acompanhantes.

 

“A iniciativa de trazer um espaço de leitura para o ambulatório visa transformar o tempo de espera em ganho cultural”, destaca o diretor do HRT, Wendel Moreira.

 

Quem quiser pode pegar um título e ler, enquanto aguarda o atendimento de algum familiar ou espera por atendimento. Além de proporcionar um maior incentivo à leitura, o espaço também reduz a ansiedade dos usuários e acompanhantes.

 

É comum, aos familiares que permanecem na sala de espera, não executar nenhuma atividade que ajude a passar o tempo.  É o caso do balconista Gilnez Oliveira, de 32 anos, que acompanha o pai em consultas. O jovem viu no novo espaço uma opção para ocupar o tempo de espera. Logo que percebeu a disponibilização dos livros, foi selecionar a leitura que mais o agradava.

 

“Achei a ideia muito legal. Além de trazer oportunidade de conhecimento nos distrai enquanto esperamos”, pontua Gilnez Oliveira.

 

Os temas dos livros são variados, como os de literatura brasileira, ciências da natureza, filosofia, romances, entre outros. O acervo foi doado por servidores e familiares. O projeto fica disponível 24 horas por dia, na recepção da área de novas matrículas no ambulatório do HRT.

 

Os usuários e a comunidade em geral podem fazer uso dos livros como também doar os que tenha, fazendo a entrega no próprio espaço de leitura. Todas as obras literárias são disponibilizadas aos pacientes, acompanhantes e visitantes, durante a permanência na unidade hospitalar.

 

A ideia é expandir o projeto para um espaço de arte e cultura, disponibilizando além de obras literárias, gravuras, fotografias, quadros e, assim, promover uma maior interação dos pacientes e de seus familiares.

 

Nivania Ramos, da Agência Saúde.

Fotos: Divulgação.