Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/08/13 às 17h55 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Pulseiras aumentam segurança de pacientes no Hospital de Base

COMPARTILHAR

Identificação terá nome, data de nascimento e unidade de internação

A partir de quinta-feira (08) todos os pacientes que derem entrada na Emergência do Hospital de Base do DF passarão a usar pulseiras de identificação nas cores branco e rosa, com nome, data de nascimento e local de internação.

A medida foi muito bem recebida pelos pacientes como Vanilda da Costa, 44 anos, que acredita ser um diferencial o fato de já entrar no hospital, “ seja para fazer um exame ou ser internada na enfermaria”, com os dados escritos na pulseira colocada no braço.

A mesma opinião tem o paciente Valtemiro do Nascimento, 74 anos, que está internado na enfermaria, e como usuário vulnerável acredita que haverá mais cuidado com a segurança e a locomoção de pessoas da idade dele.

De acordo com a coordenadora do Escritório de Qualidade e Segurança, Paloma Carvalho, o protocolo visa dar mais agilidade ao atendimento, assegurando ao usuário, principalmente vulnerável, como idosos, crianças e pacientes com sedação, cuidados que evitem acidentes.

Segundo Paloma, o sistema de identificação por pulseira faz parte das metas estabelecidas pela unidade, criada em junho,” para garantir qualidade e segurança ao usuário, que tinha os dados registrados em um papel colocado na parede, acima da maca”, concluiu.

Todas as pulseiras terão os mesmos dados: nome, data de nascimento e local de internação, ficando a diferença para a cor, branca, que será usada nos pacientes com boa locomoção e as rosas para usuários vulneráveis, com risco de queda.

Mutirão

Os pacientes internados no HBDF, tanto nas enfermarias da Emergência, como nas UTIs também receberão pulseiras de identificação nos dias 08 e 09 de agosto, quando profissionais de saúde vão se mobilizar para fazer um mutirão e colocar pulseiras em todos eles.


Alessandra Franco e Luciene Torquato

Leia também...