Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/04/14 às 20h58 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Rede Cegonha discuti o perfil de nove doenças de gestantes triadas no DF

COMPARTILHAR

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal realizou, nesta terça-feira (1º), uma reunião técnica ordinária com o grupo Condutor Central da Rede Cegonha no DF. O objetivo foi discutir o perfil sorológico das gestantes triadas no DF, no ano de 2013.

De acordo com os dados coletados no ano passado, de um total de 43 mil partos, quase 100% das gestantes foram triadas para as seguintes doenças: Toxoplasmose, Hepatites B e C, distúrbios da tireóide, HTLV, HIV, Sífilis, Rubéola, Citomegalovirose e Hemoglobinopatias.

No encontro também foi analisado que mais de 40% das pacientes realizaram a coleta de sangue para triagem com até 12 semanas de gestação. Isso evidencia o acesso precoce ao pré-natal, no início do período. Metade das gestantes tinham idade entre 20 e 29 anos.

Para a coordenadora técnica de Articulação de Redes Assistenciais da Secretaria de Saúde, Mônica Iassanã, a discussão enfatizou a alta cobertura por meio da realização dos exames de triagem, que tem como finalidadequalificar o componente pré-natal da atenção materno-infantil.

“Esse é um importante instrumento de gestão gerado, já que essas informações serão utilizadas como conteúdo técnico nas Oficinas de Qualificação de Profissionais no âmbito da Rede Cegonha no DF. Certamente nortearão as intervenções necessárias à boa qualidade da atenção materno-infantil”.

Leia também...