Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/01/12 às 17h29 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Retomado transplante de fígado pelo SUS–DF

00011573Após três anos, a Secretaria de Saúde, em parceria com o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF), retomou a realização de transplante de fígado no DF na madrugada desta segunda-feira, 30. O procedimento durou cerca de cinco horas e foi bem sucedido. “Deu tudo certo. O transplante foi super tranquilo e rápido”, destaca a coordenadora da Central de Captação de Órgãos da Secretaria de Saúde, Daniela Salomão Pontes. 

O receptor é um homem de 62 anos, que reside em Brasilia. Ele era um dos cinco membros da recém-criada fila de pacientes que necessitam de um novo figado no Distrito Federal. A doadora é uma mulher de 32 anos, vítima de aneurisma cerebral. Além do figado, foram transplantados o coração e os rins para outros pacientes. W.E.S. ja saiu do centro cirúrgico consciente e respirando sem ajuda de aparelhos. Deve permanecer pelos menos 48 horas na Unidade de Terapia Intensiva do Instituo do Coração.  

O DF foi credenciado em novembro para realizar transplantes de fígado. A iniciativa faz parte do esforço do Governo local para tornar a capital do país uma referência nesse tipo de procedimento. “Vamos incentivar e ampliar o número de transplantes no Distrito Federal. Nosso projeto é transformar o DF em referência nacional em medicina de alta complexidade”, destaca o governador Agnelo Queiroz.

A lista de espera de pacientes com indicação para transplante de fígado deve ser ampliada em breve. Segundo Daniela Salomão, cerca de 150 moradores do DF estão atualmente em filas de transplantes em serviços de outros estados. “Esses pacientes serão convidados a integrar a listagem do DF”, informa a coordenadora.

Quando o médico identifica a necessidade da cirurgia faz contato com a Central de Captação de Órgãos, é encaminhado para consulta de transplante e passa a aguardar a doação do órgão. A Central de Captação de Órgãos funciona durante 24 horas e atende pelo telefone 3315 1755.

Celi Gomes SES-DF