Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/02/13 às 15h31 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Sala Vermelha do Hospital do Guará completa um ano

Dois mil atendimentos em vários graus de risco

O Centro de Urgências Médicas do Hospital Regional do Guará completa um ano de atividades com inclusão da Sala Vermelha. Nesse período, atendeu cerca de duas mil pessoas com variados graus de risco.

Entre os serviços mais recorrentes no Centro de Emergências estão as suturas, que antes o HRGu não realizava. No período, foram realizados 253 procedimentos desse tipo. 

O centro atendeu, ainda, casos de crises respiratórias, convulsivas, intoxicações,  intercorrências cerebrovasculares, atropelamentos, espancamentos, ferimentos por arma de fogo, arma branca, picadas de abelhas, queda de moto, queda da própria altura e amputação traumática.

Embora não disponha de maternidade, o CEM/HRGu tem realizado partos com relativa frequência, em caso de urgências e emergências. Um discreto aparato foi montado no local,  para receber esses bebês eventuais que são depois removidos para o HMIB. 

A estatística da Sala Vermelha do Hospital Regional do Guará  ocorre de forma diferenciada pelas suas características próprias. Enquanto as demais possuem acesso restrito e recebem diretamente o paciente em risco de vida, o CEM/HRGu possui uma única entrada para todos os casos.

A estatística do setor é realizada pela própria equipe, explica o enfermeiro Mauro César.

Um grande desafio do HRGu é não dispor de heliponto. Mas, nem isso impede que algum paciente possa receber esse tipo de atendimento. O vizinho Centro de Ensino Fundamental  4 já teve oportunidade de ceder sua quadra de esportes para pouso do helicóptero.

Sheila Perru