Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/01/14 às 20h56 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Samu-DF registrou 126.852 atendimentos no ano passado

COMPARTILHAR

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-DF) recebeu  um total de 126.852 demandas em 2013. Para atender as solicitações, 1.500 profissionais agilizam o atendimento pré-hospitalar e hospitalar a população de todo o Distrito Federal.

Com uma estrutura complexa, que envolve servidores, unidades, veículos, bases e até aeronaves, o serviço conta com 38 viaturas distribuídas em 22 bases, coordenados pela Central de Regulação Médica de Urgências.

A frota de veículos inclui 38 viaturas, das quais oito são Unidades de Suporte Avançado (USA) e 30 Unidades de Suporte Básico (USB). O serviço ainda dispõe de 18 motolâncias e duas bikelâncias, além de dois serviços aeromédicos (helicópteros) em parcerias com a Polícia Rodoviária Federal e o Corpo de Bombeiros do DF.

Pacientes atendidos pelas equipes móveis são encaminhados para o Centro de Trauma ou o Centro Neurocardiovascular no Hospital de Base, para a sala de emergência no Hospital do Guará e para a sala de emergência no Hospital da Ceilândia – que são administradas pelo Samu – ou para as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e prontos socorros dos hospitais regionais.

As bases do Samu são distribuídas em sete Núcleos de Apoio Pré-Hospitalar (NAPH), de acordo com a região geográfica. Existem bases no Paranoá, Sobradinho, Fercal e Planaltina; Gama e Santa Maria; Taguatinga e Águas Claras; Samambaia e Recanto das Emas; Ceilândia e Brazlândia; Plano Piloto e São Sebastião; Asa Sul, Guará, Estrutural, Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo I e o Núcleo Central, localizado no Setor de indústrias e Abastecimento.

As viaturas trabalham sob demanda de atendimento pré-hospitalar e transferências inter-hospitalares, de acordo com as solicitações telefônicas enviadas à Central de Regulação. As salas de emergência desenvolvem serviços de urgência e emergência de acordo com a demanda de paciente que chegam espontaneamente e por viaturas de socorro.

Cada USA é composta por um condutor, um enfermeiro e um médico. Cada USB é composta por um condutor e dois técnicos em enfermagem. As motolâncias e bikelâncias são tripuladas por técnico de enfermagem ou enfermeiro. Nas salas de emergência há equipe de enfermagem do Samu 24 horas, em número variável de acordo com o setor.

Samu-DF recebe em média 4 mil ligações por dia. Deste total, 35% são trotes,  500 são repassadas para os médicos reguladores e 200 em média são casos que exigem envio de ambulância ao local.

Por Celi Gomes, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226