Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/02/20 às 14h05 - Atualizado em 7/02/20 às 14h58

Samu voltará a receber repasse de R$ 924 mil do Ministério da Saúde

COMPARTILHAR

Valor refere-se a dois veículos de suporte avançados que foram reabilitados pelo órgão federal

 

Duas unidades de suporte avançado (USA) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram reabilitadas pelo Ministério da Saúde, o que significa a entrada de mais repasse financeiro do órgão federal para a Secretaria de Saúde. A portaria que restabelece a transferência de recursos foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (6).

 

Foram reabilitadas as USA do Plano Piloto e de Sobradinho. O montante anual será de R$ 924 mil, que poderão ser investidos em itens como compra de uniforme e equipamentos de salvamento para as ambulâncias, como ventilador, monitor cardíaco, desfibrilador e prancha, para qualquer uma das oito ambulâncias de suporte avançado ou para as 30 de suporte básico.

 

As reabilitações vieram após a nova gestão voltar a cumprir os pré-requisitos exigidos pelo Ministério da Saúde, ainda no início do ano passado. Isso inclui enviar, mensalmente, a escala e a produtividade de cada ambulância, e visitas de profissionais do órgão federal, para verificar se o que está sendo informado realmente está sendo feito.

 

Outras duas USA estão em processo de habilitação, sendo elas Taguatinga e de Saúde Mental. “Estamos trabalhando para que até o final deste ano a gente esteja com as oito habilitadas e qualificadas junto ao Ministério da Saúde”, avisa o diretor do Samu, Alexandre Garcia.

 

QUALIFICAÇÃO – Além da habilitação, as ambulâncias do Samu podem ser qualificadas junto ao Ministério da Saúde, o que garante a cada uma delas um repasse de R$ 48 mil mensais além do que já recebem pela habilitação. Para isso, precisam ter médico e enfermeiro qualificados em atendimento de urgência, a ambulância precisa ter seguro e a base onde elas ficam precisa ser identificada corretamente, seguindo as especificações do ministério.

 

Em dezembro, quatro USA foram qualificadas: Ceilândia, Gama, Neo e Samambaia. O Samu trabalha, agora, para qualificar as duas habilitadas hoje e para habilitar e qualificar as outras duas. Além das unidades de suporte avançado, o Samu conta com 30 de suporte básico, das quais 19 já estão qualificadas.

 

DOAÇÃO – Recentemente, o Samu recebeu uma doação do Ministério da Saúde, para incrementar as unidades de suporte avançado. Foram oito ventiladores mecânicos e oito desfibriladores, um par para cada viatura.

 

Alline Martins, da Agência Saúde

Fotos: Mariana Raphael /Arquivo Saúde DF