Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/08/13 às 22h23 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Saúde age rapidamente para resolver problemas provocados por incêndio no Hospital de Santa Maria

COMPARTILHAR

Pacientes são removidos e UTI Neonatal é transferida para outra área

Toda estrutura da rede pública de saúde do Distrito Federal foi mobilizada na tarde desta terça-feira (06), com o objetivo de adotar medidas urgentes para solucionar os problemas provocados pelo incêndio no Hospital Regional de Santa Maria. “Agimos rapidamente e felizmente tudo foi controlado”, disse o secretário de Saúde, Rafael Barbosa, que se deslocou para o HRSM tão logo foi informado do início do incêndio.

O fogo, que se concentrou na área onde funciona a central de ar condicionado, foi controlado pelo Corpo de Bombeiros e ninguém se feriu. Devido à fumaça, seis pacientes da obstetrícia e 12 do pós-cirúrgico foram encaminhados para o Hospital Regional do Gama (HRG). Um bebê da UTI Neonatal foi encaminhado para o Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) e uma criança da UTI Pediátrica foi levada para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT).

As cirurgias que estavam agendadas no Hospital Regional de Santa Maria serão temporariamente transferidas, por questão de segurança, para o Hospital Regional do Gama. Outra medida adotada de imediato foi a transferência temporária de 18 leitos da UTI Neonatal e 21 da UTI Pediátrica para outra ala do HRSM, onde funcionarão enquanto durar a recuperação da área atingida pelo fogo.

O resultado da perícia feita pela Polícia Civil, com base no laudo do Corpo de Bombeiros, vai apontar as causas do incêndio.