Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/11/18 às 14h07 - Atualizado em 13/11/18 às 9h17

Saúde economiza R$ 830 mil com novo contrato de telefonia

COMPARTILHAR

 

A Secretaria de Saúde economizou R$ 830 mil com a contratação de uma nova empresa de telefonia fixa, que utiliza a tecnologia VOIP. No contrato anterior, em seis meses, a pasta pagou o montante de R$ 1.468.452,00. Agora, o valor é de R$ 630 mil para 180 dias, a contar do último dia 8 de novembro.

 

A busca por um preço mais baixo começou no início da gestão. “No último semestre de 2015, o valor era mais alto ainda. A prestação do serviço pela empresa OI S/A, telefonia analógica, foi faturada no valor de R$2.788.091,10”, ressaltou o coordenador especial de Tecnologia de Informação em Saúde, José Guilherme Ribeiro.

 

A contratação da empresa 3CORP – especializada em tecnologia da informação e comunicação, para fornecimento e implantação de serviços de telefonia fixa –, foi feita mediante a Dispensa de Licitação nº 576/2018.

 

Novo sistema é mais eficiente, moderno e econômico.

 

CONCORRÊNCIA – Ribeiro esclareceu que os processos emergenciais, mesmo que preconizem a dispensa de licitação, passam por ampla concorrência e apresentação de propostas por múltiplas empresas. Nesse caso, três empresas apresentaram propostas.

 

“A contratação em voga é um misto das tecnologias convencionais com as tecnologias de uso da rede de dados para a telefonia. Esse tipo de estratégia traz economicidade e simplificação da gestão, além de oferecer diferentes serviços não prestados pela telefonia convencional”, ressaltou.

 

O coordenador destacou que, apesar da economia, o processo de licitação para a contratação de telefonia regular já está em curso na Secretaria de Planejamento. O documento resulta de um planejamento dos últimos seis meses de avaliação do contrato anterior de telefonia que estava em execução na Secretaria de Saúde do DF. Com isso, o atual contrato se encerrara assim que o certame de contratação regular finalizar.

 

Ailane Silva, da Agência Saúde

Foto: Mariana Raphael