Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/13 às 18h20 - Atualizado em 30/10/18 às 15h09

Saúde implanta novo sistema de marcação de cirurgias

COMPARTILHAR

Lista de espera para poderá ser consultada por pacientes

O novo sistema de marcação de cirurgias do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) foi apresentado nesta quarta-feira (04). A partir desta semana, a lista de cirurgias do HBDF obedecerá a ordem de inclusão dos casos, de acordo com padrões pré-definidos: tempo de espera, situação de gravidade e complexidade cirúrgica.

Todos os novos casos serão incluídos no programa do HBDF, onde já foram incluídas 3.987 cirurgias. A lista ficará disponível no site da SES/DF, assim que for finalizada a inclusão de todos os casos.

“Esse trabalho no HBDF atende ao principio básico do sistema único de saúde de equidade e transparência. Essa ação é de vital importância em uma rede complexa como a nossa, que no ano passado realizou 53 mil cirurgias e será expandida para os outros hospitais que fazem cirurgias, para incluírem numa mesma lista”, acrescenta o secretário de Saúde, Rafael Barbosa.

A lista de cirurgias ficará disponível primeiramente aos gestores do HBDF, SES/DF, órgãos reguladores como Ministério Público, Defensoria Pública e Ministério Público. Segundo Bruno Sarmento, chefe do Centro Cirúrgico do HBDF, “o objetivo é que fique também disponível para o usuário verificar sua posição e o tempo estimado para a realização cirúrgica. Ainda estamos em fase de implantação”, destaca Bruno Saramento.

“Essa iniciativa é muito importante para o sistema de saúde. Nós do Ministério Público viemos aqui e apreciamos a iniciativa do HBDF, pois a transparência que é um alicerce hoje da política publica irá favorecer não só os pacientes, e servidores do hospital como também as atividades do Ministério Publico”. Destaca Ramiro Santana, defensor público.

“É a primeira vez que estamos conseguindo disponibilizar um módulo no qual o gestor da saúde quer seja do hospital ou Secretaria de Saúde podem visualizar todos os pacientes numa única lista. Isso permite que possamos classificar as cirurgias por prioridade, disponibilizando o tratamento cirúrgico para quem precisa no tempo mais adequado possível. permite também que monitorizemos o tempo de espera e isso dá a clareza de que o caso do paciente esta sendo tratado de forma responsável e organizado” complementa Bruno Sarmento.

“Esse novo sistema deve agilizar os procedimentos cirúrgicos e com isso vamos ter mais controle nos casos cirúrgicos”, afirma Julival Ribeiro, diretor do HBDF.

A classificação é basicamente clínica. Os casos que são demandas da justiça serão atendidos no tempo determinado. “A intenção é mostrar que acontecia era nebuloso, nem a Gestão do hospital tinha conhecimento da posição do paciente na fila de espera muito menos a justiça e isso agora ajudará aos gestores e justiça a ponderarem sobre as decisões”, enfatiza Bruno Sarmento.

Por Alessandra Franco, da Agência Saúde DF
Atendimento à Imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226