Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/11/13 às 12h04 - Atualizado em 30/10/18 às 15h09

Ceilândia ganha Caps Álcool e Drogas

COMPARTILHAR

Atendimento será 24h e com atividades terapêuticas

Nesta sexta-feira (29), às 9h, a Secretaria de Saúde (SES/DF) inaugura o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS-ADIII) na QNN 01, em Ceilândia. Os CAPS-ADIII são unidades que tratam de dependentes de álcool e drogas com atendimento 24 horas.

Há quatro anos a Regional de Ceilândia conta com os serviços do CAPS, mas como ADII, que presta atendimento das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. Neste período a unidade acolheu dois mil pacientes.

“Ficamos quatro anos esperando essa mudança de ADII para ADIII no ambulatório do antigo Centro de Saúde 1. Agora vamos dar continuidade ao trabalho em tempo integral como CAPS-ADIII na unidade reformada na QNN 01”, afirmou Kelly Cristina, gerente do Centro.

Segundo Kelly, a unidade já atendeu mais de dois mil pacientes, muitos deles desistiram ou tiveram alta. “Agora estamos atendendo 998 pacientes que estão cadastrados”, disse Kelly.

O CAPS-ADIII de Ceilândia vai funcionar com carga horária estendida e com atividades como oficinas terapêuticas, grupos educativos e grupos de família. O paciente acompanhará um plano terapêutico elaborado pela equipe multidisciplinar. São 70 profissionais envolvidos nas especialidades de Serviço Social, Terapia Ocupacional, Psicologia, Farmácia, Psiquiatria, Clínica Médica, Enfermagem, além de técnicos da área administrativa.

O diretor de Saúde Mental da SES/DF, Augusto César, avalia o quanto é importante para a comunidade de Ceilândia a conquista desse atendimento 24 horas. “Ceilândia é uma Região Administrativa com alto potencial de dependentes de álcool e drogas. É uma região que merece um atendimento de qualidade de 24 horas”, disse.

CAPS – Álcool e outras Drogas

Aproximadamente oito mil pacientes estão em tratamento nos 16 CAPS da Secretaria de Saúde instalados no Adolescentro, Instituto de Saúde Mental, dois em Samambaia, Taguatinga, Paranoá, Planaltina, Guará, Ceilândia, Sobradinho, Santa Maria, Rodoviária do Plano Piloto, Itapoã, Santa Maria e Hospital São Vicente de Paulo. Destes, dois são CAPS ADI, voltados para o tratamento de crianças e adolescentes.

O próximo CAPS deverá ser entregue no Guará. Também está prevista a implantação de novas unidades em Sobradinho, Samambaia e Gama para tratamento de transtornos mentais infantis e um para atendimento de casos de transtornos mentais em adultos, no Gama.

A pessoa que quiser fazer tratamento de álcool e drogas, deve procurar um CAPS mais próximo de sua residência, com documentos pessoais e comprovante de residência.

Serviço:
Endereço CAPS-ADIII Ceilândia: QNN1 Conjunto A lotes 45/47 – Ceilândia Norte.

Por Luana Lemas, da Agência Saúde DF

Atendimento à Imprensa 

(61)3348- 2547/ 2539 e 9862-9226