Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/04/20 às 18h57 - Atualizado em 20/04/20 às 16h43

Saúde lança processo para compra de 560 mil testes rápidos de coronavírus

Objetivo é testar o maior número possível da população de forma a ampliar o combate e o controle da Covid-19

 

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal vai adquirir 560 mil testes rápidos para a detecção da Covid-19. A compra será feita por meio de dispensa de licitação, publicada nesta quinta-feira (16),em edição extra  do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). O aviso de dispensa de licitação foi comunicado pelo Ofício N° 695/2020.

 

O secretário de Saúde, Francisco Araújo, destacou que “a compra desses testes rápidos é mais uma medida do governo Ibaneis para ampliar o combate e o controle da Covid-19”. Segundo ele, “várias outras ações já foram executadas e outras estão em andamento com o objetivo de atender a população da melhor maneira possível diante de uma pandemia tão grave.”

 

De acordo com o secretário-adjunto de Assistência, Ricardo Tavares, a compra destes testes faz parte das medidas de enfrentamento do coronavírus. “Os testes rápidos ajudam no diagnóstico e no monitoramento da circulação do vírus, o que é extremamente importante”, ressalta.

 

A aquisição emergencial será de 500 mil testes rápidos de sangue e 60 mil testes de swab (cotonete), feitos através das vias aéreas respiratórias. “O objetivo é realizar o maior número de testes na população”, afirma o subsecretário de Administração Geral, Iohan Struck.

 

O recebimento das propostas pelas empresas interessadas será até as 15h do dia 20 de abril, pelo e-mail dispensadelicitacao.sesdf@gmail.com. O Ofício de convocação e o Projeto Básico deverão ser solicitados através do mesmo e-mail de envio das propostas. As empresas terão até dez dias para entregar os testes rápidos após a publicação no DODF das vencedoras.

 

TESTAGEM Todos os testes que serão comprados pela Secretaria de Saúde são para detecção do coronavírus. No entanto, são diferentes na hora de colher o material.

 

Teste sanguíneo: coleta-se uma gota de sangue, a exemplo da medição de glicemia (taxa de açúcar no sangue). A partir desta gota de sangue é possível detectar a presença de anticorpos (IgG e IgM), que são defesas produzidas pelo corpo humano contra o vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19. O resultado sai em até 30 minutos.

 

Teste swab: Coleta-se material da garganta e do nariz do paciente, através de um swab (cotonete), analisado em laboratório. O resultado sai em 24 horas.

 

Jurana Lopes, da Agência Saúde
Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde