Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/11/13 às 14h06 - Atualizado em 30/10/18 às 15h09

Saúde oferece teste do pezinho que diagnostica até 33 doenças

COMPARTILHAR

Maternidades da rede pública fazem quatro mil testes por mês

O Programa Distrital de Triagem Neonatal do DF realiza o teste do pezinho ampliado, podendo diagnosticar até 33 doenças além das seis obrigatórias pelo Ministério da Saúde. São feitos em média, quatro mil testes do pezinho por mês nas maternidades da rede pública de saúde do Distrito Federal. O exame é obrigatório e é capaz de diagnosticar doenças como hipotireoidismo congênito e doenças falciformes.

A Coordenadora do Programa Distrital de Triagem Neonatal, Juliana de Vasconcelos Thomas, fala sobre a importância do teste do pezinho. “O exame nos permite fazer o diagnóstico de doenças que no período neonatal ainda não têm sintomas, antes da manifestação clínica. Com o teste podemos diagnosticar doenças que ainda são assintomáticas nos bebês”, explicou. É fundamental que o teste seja feito o mais rápido possível após o nascimento. “Quanto mais rápido for feito o teste, mas cedo faremos o diagnóstico para começar o tratamento”.

O enfermeiro do Núcleo da Saúde da Criança da Secretaria de Saúde, Ricardo Aguiar, explica os procedimentos após o exame. “O resultado será disponibilizado para a família nas unidades de saúde básica cerca de 20 dias após a coleta”. Se houver alguma alteração, a família é avisada imediatamente. “Se der algum problema, o próprio laboratório faz uma busca ativa, entra em contato por meio do número de telefone disponibilizado pela família para que se faça uma nova coleta ou que seja marcada uma consulta médica. Caso o contato não seja possível, a busca será feita pelo endereço. As equipes vão até a casa da família”, explicou Aguiar. O acompanhamento e tratamento dessas doenças são feitos, muitas vezes pela vida toda, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

As mãezinhas que não fizeram o teste nos bebês na maternidade podem procurar os Centros de Saúde perto de casa o mais rápido possível para realizar o teste. O ideal é que o exame seja feito em no máximo cinco dias após o nascimento. É necessário também estar sempre com os contatos pessoais atualizados para que, se for preciso, o laboratório entre em contato com a família. Além do teste do pezinho, as maternidades da rede pública de saúde do DF fazem também os testes da orelhinha, do coraçãozinho e do olhinho.

Por Larissa Gomes, da Agência Saúde DF
Atendimento à Imprensa
(61)33482547/2539 e 9862-9226

Leia também...