Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/12/19 às 19h01 - Atualizado em 20/12/19 às 19h01

Saúde paga R$ 5,7 milhões em TPD nesta sexta-feira (20)

COMPARTILHAR

Serão beneficiados 4.327 servidores pelo trabalho realizado em outubro

 

Um total de 4.327 servidores receberá, na noite desta sexta-feira (20), o valor referente ao Trabalho por Período Determinado (TPD) realizado em outubro deste ano. Ao todo, serão quitados R$ 5.767.429,44. O pagamento, que sempre era depositado no fim do mês, foi antecipado para garantir um bom Natal aos servidores que contam com esse dinheiro.

 

“Estamos finalizando 2019 com os compromissos de pagamento de TPD cumpridos. Começamos a gestão com um passivo significativo e o descrédito dos servidores que contribuem com a secretaria, fazendo o trabalho eventual, na cobertura de faltas e licenças dos profissionais para assistir melhor à população. Eles estavam sem receber desde agosto de 2018”, lembrou a subsecretária de Gestão de Pessoas da Secretaria de Saúde, Silene Almeida.

 

Contudo, a gestora destaca que graças à determinação do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e do secretário de Saúde, Osnei Okumoto, junto com o trabalho do Fundo de Saúde do DF, foi possível colocar em dia os pagamentos. “O respeito pelo trabalhador que faz a saúde funcionar”, ressaltou Silene Almeida.

 

Segundo a diretora do Fundo de Saúde do DF, Beatris Gautério, a atuação do setor com outras áreas do GDF possibilitou mais essa conquista para os servidores da pasta. “A Secretaria de Economia tem atendido as nossas solicitações na liberação do recurso, por entender que essa é uma determinação do governador Ibaneis Rocha, comprovando o seu compromisso de valorização aos servidores da saúde”, destacou.

 

TPD – É um instrumento utilizado pela Secretaria de Saúde para suprir eventuais déficits e garantir a assistência ao cidadão. O valor referente ao serviço prestado, conforme normatização vigente, deve ser depositado em até 60 dias após o efetivo cumprimento da jornada.

 

No início do governo, havia atraso no depósito dos valores de horas extras realizadas até junho/2018 e, após essa data, transformadas em TPD. A nova gestão conseguiu regularizar os pagamentos e tem depositado em dia os referentes a este ano.

 

A Subsecretaria de Gestão de Pessoas da pasta tem atuado no sentido de recompor a força de trabalho. Com a chegada de servidores que optaram por não ficar cedidos ao Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), aliada à ampliação de carga horária de centenas de servidores, de 20 horas para 40 horas semanais de trabalho, a expectativa é que o investimento com TPD reduza gradativamente.

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde