Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/11/15 às 14h26 - Atualizado em 30/10/18 às 15h13

Saúde promove curso de atualização sobre a tuberculose

COMPARTILHAR

Objetivo é alertar para a importância do diagnóstico precoce, DF registrou 271 casos até outubro de 2015

BRASÍLIA (9/11/15) – A Regional de Santa Maria realiza, a partir desta segunda-feira (9), o “Curso de atualização em tuberculose para os trabalhadores da saúde”. Segundo o Boletim Epidemiológico de Tuberculose da Subsecretaria de Vigilância à Saúde (SVS), em 2014, foram registrados, até outubro deste ano, 271 casos da doença que pode levar ao óbito no Distrito Federal. Em 2014, foram 385 registros.

“Embora tenhamos registrado esse número, sabemos que há casos que não entram nas estatísticas por não serem diagnosticados. Por isso, o curso será realizado no intuído de ampliar a identificação precoce de pessoas infectadas para evitar a livre transmissão da doença”, destacou a coordenação do Programa de Tuberculose de Santa Maria, Neide Barreto.

Segundo Neide Barreto, muitas pessoas demoram para procurar o serviço de saúde ao apresentar a tosse característica da doença, que dura por mais de duas ou três semanas. Por isso, é necessário intensificar a busca ativa dos indivíduos infectados, que é feita pelos profissionais inclusive quando o paciente procurar por outro atendimento na unidade.

A previsão é de que participem aproximadamente 200 profissionais de nível superior e médio, entre eles, agentes comunitários de saúde, técnicos de enfermagem, enfermeiros, dentistas e médicos. Eles poderão debater, nos quatro dias de curso, os temas Tuberculose como problema de Saúde Pública no Brasil, Diagnóstico e tratamento da tuberculose, Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), entre outros.

INSCRIÇÕES – As inscrições para as turmas A e B podem ser realizadas até 13 de novembro. Os interessados devem enviar e-mail para neidefepecs@gmail.com. A mensagem deve conter nome completo, matrícula, função e unidade de origem e a turma que pretende cursar. As vagas são limitadas e haverá entrega de certificado.

PREVENÇÃO – O contágio da tuberculose ocorre diretamente, de pessoa a pessoa. O indivíduo infectado expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotas de saliva que contêm o agente infeccioso e podem ser aspiradas por outro indivíduo contaminando-o. Também favorecem o estabelecimento da tuberculose a má alimentação, a falta de higiene, tabagismo, alcoolismo ou qualquer outro fator que gere baixa resistência orgânica.

Serviço
Curso de atualização
Local: Parte teórica no Auditório do HRSM e parte prática na Unidade de lotação do servidor.
Turma A: 23 a 26 de novembro, das 7h às 12h
Turma B: 23 a 26 de outubro, das 13h às 18h
Turma C: 9 a 12 de novembro, das 7h às 12h
Turma D: 9 a 12 de novembro, das 13h às 18h

Leia também...