Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/07/21 às 18h17 - Atualizado em 1/07/21 às 18h30

Saúde recebe doação de dez capacetes de respiração assistida para tratamento da Covid-19

Equipamentos utilizam mecanismo de respiração artificial não invasiva e reduz o número de intubações e necessidade de leitos de UTI

 

JURANA LOPES, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

Nesta quinta-feira (1º/7), a Secretaria de Saúde recebeu a doação de dez capacetes de respiração assistida Elmo, que tem o objetivo de tratar pacientes da Covid-19 em estado grave e evitar intubações. A doação foi feita pela Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra).

 

Equipamentos serão utilizados para tratamento da Covid-19 – Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

“É uma grande alegria poder receber esses capacetes. Tínhamos modelos similares no Hospital de Campanha do Mané Garrincha e eles ajudaram muitos pacientes. Com certeza, esses capacetes vão salvar muitas vidas. Ficamos muito felizes com essa doação”, agradece o secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

 

Ao utilizar um mecanismo de respiração artificial não invasivo, o Elmo foi fundamental para evitar a intubação de pacientes, reduzindo em 60% a necessidade de internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

 

Jamal Jorge Bittar, presidente da Fibra, destaca que os capacetes foram criados no Ceará, pela grande parceria entre o Governo do Ceará, por meio da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/Ceará), Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade de Fortaleza (Unifor), com o apoio do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) e Esmaltec.

 

Capacetes doados à Secretaria de Saúde – Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

“Estamos bastante felizes em poder realizar essa doação para a Secretaria de Saúde do DF, pois foi desenvolvido para evitar intubações e, consequentemente, o número de óbitos. Nos honra muito poder fazer essa entrega”, ressalta Bittar.

 

Funcionamento

 

Acomodado ao pescoço do paciente, o Elmo permite ofertar oxigênio a uma pressão definida ao redor da face, sem necessidade de intubação. Dessa forma, a pessoa consegue respirar com auxílio da pressurização e da oferta de oxigênio. O sistema possibilita, portanto, a melhora na respiração e pode ser utilizado fora de leitos de UTI.

 

Doação foi feita pela Federação das Indústrias do Distrito Federal – Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

O equipamento pode ser desinfectado e reutilizado. Outro benefício é o custo inferior em relação aos respiradores mecânicos e a maior segurança para os profissionais de saúde, já que, por ser vedado, não permite a proliferação de partículas de vírus.

 

Além disso, o equipamento será um legado da pandemia para a saúde e pode tratar outras enfermidades que comprometem o funcionamento dos pulmões, como pneumonia e H1N1. Se o Elmo era o nome do capacete que garantia a proteção dos guerreiros medievais, nos tempos atuais irá proteger e preservar a vida de pacientes na batalha contra a Covid-19.