Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/12/12 às 19h48 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Saúde também promove inclusão social

COMPARTILHAR

Seis mil pessoas com deficiência já foram atendidas este ano no DF

A Secretaria de Saúde está participando do 2º Salão de Negócios da Acessibilidade, Reabilitação e Inclusão Social que começou nesta segunda (3) e vai atéquarta-feira (5), das 10h às 22h, no Pavilhão de Exposição do Parque da Cidade.No estande montado pela equipe daSES/DF são apresentados os programas desenvolvidos pelaSES para atendimento a portadores de deficiência. “É uma excelente oportunidade para a divulgação dos nossos serviços”, diz o chefe do Núcleo de Produção de Órteses e Prótese da SES/DF, Louso Teixeira.

No estande da SES/DF são fornecidas informações sobre o atendimento especializado prestado pela rede pública de saúde. A assistência gratuita inclui tratamento nas especialidades de fonoaudiologia, psicologia, terapia ocupacional, oftalmologia, otorrinolaringologia e neurologia, além de práticas integrativas – atividades físicas, capoterapia, atividades lúdicas – voltadas para o desenvolvimento de adultos e crianças.

Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida desses pacientes, a SES promove a inclusão social por meio do Programa de Órteses e Próteses. Neste ano já foram distribuídas 6.840 órteses e próteses, incluindo 1.858 óculos, 803 aparelhos auditivos, 714 cadeiras de rodas, 400 próteses mamárias, 219 bengalas, 71 cadeiras de rodas motorizadas, além de andadores, cadeiras de banho, calçados especiais, coletes, muletas, diversos tipos de próteses e calçados especiais.

Segundo levantamento do Núcleo de Produção de Órteses e Prótese da SES/DF, em 2012, quase 6 mil pessoas foram assistidos pelos programas da rede pública de saúde. Além da doação das órteses e próteses, a Secretaria de Saúde do DF tem um dos mais modernos centros de tratamento ortopédicos do país, no Hospital de Base, que realiza cerca de 90 mil atendimentos por mês.

Neste ano a SES/DF também ampliou o quadro de fonoaudiólogos de 44 para 49, para atendimento inclusive a portadores de Síndrome de Down. A fonoaudiologia é uma especialidade da atenção secundária, que compreende o atendimento das especialidades estratégicas (Oftalmologia, Ortopedia, Psiquiatria, entre outras), nas modalidades de atenção ambulatorial, internação, urgência e reabilitação. Essa assistência é prestada nos hospitais regionais, unidades mistas entre outras unidades específicas.

A central de atendimento da Gerência de Órteses e Próteses da SES/DF funciona na estação de Metrô da 114 Sul. O telefone para informações é o 3905-4682. 

A programação do 2º Salão de Negócios da Acessibilidade, Reabilitação e Inclusão Social envolve seminários, oficinas, cursos, esporte, recreação, emprego, circuito de ocupação e renda, feira de negócios e show cultural. O evento visa promover oportunidades de trabalho e geração de renda para pessoas com deficiência, além de promover o acesso aos produtos, serviços e tecnologias destinados à melhoria da qualidade de vida dos portadores de deficiência.

Durante os três dias estão previstos debates com a sociedade, governo e grupos organizados sobre acessibilidade, reabilitação, inclusão da pessoa com deficiência e seus direitos. De acordo com o último censo do IBGE, o Brasil possui cerca de 45,6 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, o que representa 23,9% da população. No Distrito Federal são mais de 570 mil pessoas com deficiência (22,4% da população).

Serão realizadas mesas-redondas e palestras sobre acessibilidade, geração de trabalho e renda, educação e diversidade, com a participação de defensores públicos. Reabilitação, doenças neurodegenerativas e atividade física são os destaques do segundo dia. Nos três dias quem passar pelo Pavilhão do Parque da Cidade terá oportunidade de visitar uma exposição de materiais didáticos-pedagógicos para alunos da educação especial, além de participar de cursos e oficinas sobre temas como cosmetologia, gestão de negócios solidários e negócios artísticos e criativos, informática para pessoas com deficiência visual, oficina de intérprete de libras, de biscuit e fuxico.

Até quarta-feira também serão realizadas atividades esportivas como escalada e tirolesa, jogos de dama, dominó, baralho e xadrez, gincanas, tênis de mesa, tênis de quadra, basquete em cadeira de rodas, vôlei e alongamento. A programação cultural começa no primeiro dia, às 19h, com performance de dança e baile animado pelo músico e tecladista David Valente, de Fortaleza. Terça e quarta-feira, no mesmo horário, haverá shows com as bandas Tribo de Jah, de São Luís, e Surdodum, de Brasília.