Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/06/20 às 19h15 - Atualizado em 30/06/20 às 10h25

Secretaria de Saúde paga R$ 5,7 milhões em TPD nesta segunda-feira (29)

COMPARTILHAR

No total, 4.007 servidores serão beneficiados

 

LEANDRO CIPRIANO, DA AGÊNCIA SAÚDE

 

A Secretaria de Saúde pagará, na noite desta segunda-feira (29), um total de R$ 5.707.046,73 para 4.007 servidores da pasta, referente ao Trabalho por Período Determinado (TPD) realizado por eles em abril deste ano. Assim como nos demais meses, o pagamento é feito dentro do prazo previsto em legislação, que é de até 60 dias após as horas trabalhadas.

 

“É extremamente importante manter os pagamentos do TPD dentro do prazo, ainda mais em tempos de coronavírus, quando os servidores estão dando o seu suor e sangue no enfrentamento da Covid-19 durante esses últimos meses. O pagamento é mais um suporte dado aos profissionais de saúde, como determinado pelo governador Ibaneis Rocha”, afirmou o secretário de Saúde, Francisco Araújo.

 

A subsecretária de Gestão de Pessoas, Silene Almeida, ressaltou o trabalho do Fundo de Saúde do Distrito Federal (FSDF) junto à Secretaria de Economia para manter os pagamentos em dia. Além disso, fez questão de lembrar a dedicação dos profissionais que receberão o TPD.

 

“Mais de 4 mil servidores que colaboram com a melhoria dos serviços estão sendo devidamente pagos pelo trabalho de qualidade que oferecem à população. Valorizar os servidores, ainda mais em tempos tão difíceis, é mais do que uma obrigação da pasta”, destacou Silene Almeida.

 

TPD – É um instrumento utilizado pela Secretaria de Saúde para suprir eventuais déficits e garantir a assistência ao cidadão.

 

No início do governo, havia atraso no depósito dos valores de horas extras realizadas até junho de 2018 e, após essa data, transformadas em TPD. A atual gestão conseguiu regularizar os pagamentos e tem depositado em dia os recursos referentes a este ano.

 

REFORÇO – A Subsecretaria de Gestão de Pessoas (Sugep) também tem atuado no sentido de recompor a força de trabalho.

 

Com a chegada de servidores que optaram por não ficar cedidos ao Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), aliada à ampliação de carga horária de centenas de servidores, de 20 horas para 40 horas semanais de trabalho, a expectativa é de que o investimento com TPD reduza gradativamente.

 

Além dessas ações, o governo tem realizado convocações rotineiras de concursados. Só em 2020 já foram nomeados 1.064 novos servidores para reforçar as equipes. Em 2019, foram chamados outros 376 profissionais de saúde.

Leia também...