Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/11/16 às 18h47 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Parceria para reforçar o combate ao Aedes aegypti

COMPARTILHAR

Força tarefa começa a capacitar dois mil militares

BRASÍLIA (17/11/16) – A Secretaria de Saúde, em parceria com as Forças Armadas, iniciou uma força-tarefa que irá capacitar cerca de dois mil militares para atuarem em conjunto com os agentes de Vigilância à Saúde no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, Zika e Chikungunya.

Nesta quarta-feira (16) aconteceu o primeiro curso teórico e prático para 110 militares da Marinha e do Exército. As aulas acontecem nas unidades de cada Força Armada e serão realizadas até o final deste mês. A partir de 1º de dezembro, todos os oficiais passarão a visitar as casas de toda a capital com o intuito de fornecer orientações sobre o tema, além de verificar possíveis focos de lavas do mosquito.

De acordo com o subsecretário de Vigilância à Saúde, Tiago Coelho, a iniciativa é uma forma de antecipar a intensificação das ações devido ao início do período de chuvas. “Até o final deste ano, a gente vai ter em torno de 450 militares das três forças, além do Corpo de Bombeiros do DF, auxiliando com cerca de 100 profissionais”, explica.

Ele conta que a parceria é uma continuação da ação que ocorreu em 2015, onde foram realizados dois milhões de visitas no total. “Segundo o IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística], existem 900 mil residências no DF e isso significa dizer que chegamos a fazer duas visitas por residência. Neste ano, queremos repetir o mesmo sucesso”.

Veja as fotos aqui.

Leia também...