Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/09/21 às 18h35 - Atualizado em 1/09/21 às 19h29

Secretário de Saúde participa de cerimônia de transição da nova superintendência do ICDF

General Pafiadache visitou a unidade que passa a ser comandada pela superintendente Valda César

 

DA REDAÇÃO

 

O Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF) – unidade contratada pela Secretaria de Saúde para atender pacientes do SUS – será comandado pela superintendente Valda César. A transição no comando da unidade referência em cardiologia foi iniciada nesta quarta-feira (1º/9) e contou com a participação do secretário de Saúde, general Pafiadache.

 

Visita à unidade marca a transição da superintendência do Instituto, que passará a ser comandado por Valda César – Foto: Divulgação/SES-DF

O secretário, antes de ser titular da pasta da Saúde do Governo do Distrito Federal, era o superintendente do ICDF. Ele acompanhou a cerimônia e fez questão de enfatizar o trabalho dos profissionais da unidade e destacar o empenho para manter a excelência dos serviços prestados enquanto esteve à frente do Instituto. “O ICDF presta um serviço de relevância para a área de saúde do GDF. O que vocês fazem aqui, naturalmente, tem que ter uma atenção especial, porque quanto mais vocês fizerem, mais a saúde do DF será beneficiada”, ressaltou o general, agradecendo os funcionários e colaboradores do Instituto.

 

Ao deixar o comando do ICDF para assumir a Secretaria de Saúde, o general foi substituído pelo também general Gislei, que foi indicado por Pafiadache para assumir o cargo de diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), no lugar de Gilberto Occhi. Durante a cerimônia ele passou a superintendência a Valda César, porém continua no Instituto até ser empossado para novo cargo seguindo os trâmites legais previstos.

 

O secretário de Saúde, general Pafiadache, em visita ao ICDF juntamente com a nova superintendente da unidade – Foto: Divulgação/SES-DF

A nova superintendente do ICDF destacou a relevância do Instituto e os desafios à frente da gestão. “O Instituto está sendo o modelo ouro do SUS. Se ele está assim, não é porque estamos comprando insumos, trocando equipamentos. É porque tem inteligência, é porque tem conhecimento e é porque tem alma em tudo que nós estamos fazendo”, afirma Valda, reforçando a importância da unidade.

 

“Nós hoje temos valor pela relevância, e hoje a gente já faz a diferença no Distrito Federal. E nós não vamos perder essa capacidade jamais. Conto com todos, mais do que sempre. Porque agora com os nossos desafios do ponto de vista de entrega de leitos, aumento da nossa capacidade instalada, claro que nós vamos ter que aumentar os nossos resultados. E resultados a gente só faz com gente, e vamos trabalhar juntos”, declarou Valda.