Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/10/13 às 19h37 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

Servidor da Saúde participa de Fórum sobre Governança Corporativa

COMPARTILHAR

Objetivo é qualificar o trabalho na SES/DF

O 20º Fórum Temático da Secretaria de Saúde desta quarta-feira (23), colocou em pauta o assunto “Governança Corporativa e Contratualização de Resultados”, no Auditório do edifício sede da SES/DF. A palestrante foi a assessora de Gestão Estratégica e Inovação Institucional do Ministério da Previdência Social (MPS), Nicir Chaves.

Desenvolvidos a cada 15 dias, os fóruns são direcionados aos servidores e principalmente aos gestores da SES/DF. A realização é alternada entre a sede da SES/DF e as Regionais de Saúde.

“O objetivo é trazer o servidor para conhecer novas ferramentas de gestão, mudar a cultura organizacional para que consigamos qualificar, cada vez mais, o trabalho na SES/DF”, diz a coordenadora da Central de Competências em Gestão de Processos da Subsecretaria de Planejamento, Regulação, Avaliação e Controle (SUPRAC), Márcia Blumm.

Cada fórum traz um especialista no assunto a ser discutido. “Os palestrantes vêm para transferir conhecimento e trocar experiências. Dependendo do tema, convidamos especialistas da administração federal, estadual, municipal e da iniciativa privada”, complementa Márcia.

Pela primeira vez na SES/DF, a assessora do MPS, Nicir Chaves, mostrou a estrutura de planejamento do ministério. “Desde 2001 trabalhamos com esse modelo, desdobrando com contrato de compromisso de resultados. Tudo o que fazemos dentro de um órgão público existe um contrato de resultados imperceptível. Esse é mais fortalecido, pois o servidor faz acontecer o projeto da organização. E esse fazer parte na construção e na execução é um contrato de resultado de participação”, descreve.

O assessor da Coordenação Geral de Saúde do Gama, o administrador de carreira Ricardo Patrão, afirma que iniciativas como a do Fórum Temático são válidas. “Acredito que a SES/DF tem que investir, cada vez mais, na capacitação dos servidores. Essas melhores práticas vêm contribuir para a formação de um melhor modelo de trabalho para o nosso órgão”, comenta.

Patrícia Kavamoto