Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/10/19 às 17h00 - Atualizado em 1/10/19 às 17h52

Servidores da Saúde recebem R$ 4,4 milhões em pecúnias

COMPARTILHAR

Benefício é para os que se aposentaram entre setembro e outubro de 2016

 

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal pagará, na noite desta terça-feira (1°), R$ 4.415.717,81 em pecúnias, referentes a licenças-prêmio não usufruídas durante o tempo de serviço. Ao todo, serão beneficiados 57 servidores, aposentados entre os dias 22 de setembro e 10 de outubro de 2016.

 

A pasta, por meio da Subsecretaria de Gestão de Pessoas (Sugep) e do Fundo de Saúde do Distrito Federal (FSDF), com suas respectivas áreas técnicas, atuou junto à Secretaria de Economia para assegurar o pagamento desse valor. Serão quitadas as pecúnias de servidores que têm direito à prioridade, conforme legislação vigente.

 

“Estamos cumprindo o que o governador Ibaneis Rocha determinou, de pagar os montantes atrasados. Já temos orçamento garantido até o final do ano para o pagamento dessas pecúnias”, informou a diretora do Fundo de Saúde, Beatris Gautério.

 

De acordo com a subsecretária de Gestão de Pessoas da Secretaria de Saúde, Silene Almeida, o remanejamento orçamentário para quitar as dívidas reforça o compromisso firmado pelo governador, no início do ano, de pagar os servidores aposentados.

 

“Nossa gestão tem como premissa valorizar os servidores. Cumprimos, de forma regular, o cronograma para quitação das pecúnias de 2016, fazendo o pagamento mensal médio de, aproximadamente, R$ 4,1 milhões, sendo que, neste mês, o valor superou esta média”, comentou a subsecretária.

 

ACORDO – O passivo devido dos anos anteriores, para os servidores que se aposentaram a partir de julho de 2016, está em torno de R$ 149 milhões. A atual gestão do Governo do Distrito Federal (GDF) se comprometeu a retomar o pagamento e a fazer a quitação, em 36 parcelas, de cerca de R$ 4,1 milhões cada uma.

 

“Durante os quatro anos da gestão passada, só pagaram as pecúnias de quem se aposentou em 2015 e até junho de 2016. Esperamos quitar 2016 ainda este ano e, a partir do próximo, o governo vai apresentar um cronograma para pagar os servidores dos anos seguintes”, informou Silene Almeida.

 

Da Agência Saúde

Arte: Rafael Ottoni/Saúde-DF