Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/04/13 às 15h47 - Atualizado em 30/10/18 às 15h04

Saúde investe em tecnologia para renovar rede pública

Hospitais recebem equipamentos de ponta e 45 salas de cirurgia são reabertas

 

Com investimentos na faixa de R$ 80 milhões, a Secretaria de Saúde do DF está, de acordo com o subsecretário de Atenção à Saúde, José Roberto Bittencourt, “promovendo uma revolução tecnológica na rede pública de saúde”.  Graças à compra de equipamentos de ponta e alta resolução, segundo José Roberto, 45 salas de cirurgia, fechadas por falta de estrutura, voltam a funcionar com plena capacidade. De acordo com o subsecretário, os hospitais estão passando por uma revitalização que não acontece há mais de 10 anos.

Com a reabertura das 45 salas cirúrgicas, a SES volta a oferecer à população as 112 salas necessárias à alta demanda da rede. Elas vão ampliar a capacidade nas regionais de Taguatinga, Gama, Ceilândia, Planaltina, Paranoá, Samambaia, Brazlândia e Santa Maria, melhorando significativamente os serviços ofertados. Além disso, os equipamentos de alta complexidade adquiridos, como Tomógrafo, PET-SCAN, mesas cirúrgicas, camas elétricas, dentre outros, vão permitir a inauguração de mais 80 leitos de terapia semi-intensiva e intensiva.

Serão 25 novos leitos de terapia semi-intensiva no HBDDF, sendo um no Posto 1, sala  de trauma; 21 de UTI em Santa Maria, dez, também de UTI no Hospital do Gama e  24 de Obstetrícia no Hospital de Sobradinho. Para o diretor da Diase (Diretoria de Assistência Especializada), Vicente De Paulo Silva de Assis, a ampliação da capacidade operacional da rede, conseguida graças às novas aquisições, é sem precedentes.

“O investimento feito em matériais e equipamentos modernos, de alta complexidade, permitirá à rede oferecer ao paciente e ao servidor, qualidade, conforto e resolutividade, elementos essenciais ao atendimento de excelência”, conclui o diretor. Segundo ele, com a aquisição do PET-SCAN, o Hospital de Base passa a integrar o seleto grupo de apenas dez hospitais no mundo, que possuem equipamento com tamanho alcance e resolutividade, consolidando o seu lugar no nível de entidade de excelência.

Luciene Torquato