Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/12/12 às 10h58 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Sobradinho tem ambulatório voltado à saúde do homem

Atendimento no 3º turno facilita acolhimento

A regional de Sobradinho é a única do Distrito Federal comum ambulatório voltado à saúde do homem. O atendimento é realizado no Centro de Saúde 03, em Sobradinho II,todas as segundas, terças e quartas-feiras, das 17h às 22h.O ambulatório realiza todos os atendimentos de atenção primária e tem como foco a prevenção. 

De acordo com a coordenadora da regional de Saúde de Sobradinho, Joana D´arc, o ambulatório “é importante para possibilitar o acesso do homem ao tratamento em período diferenciado, já que eles sentem dificuldade em procurar as unidades de saúde no horário comercial”.

A equipeé formada por um médico, um enfermeiro e dois técnicos de enfermagem. São realizados cerca de 15 atendimentos por dia, entre pacientes novos e de acompanhamento. A equipe atende pacientes marcados e, em seguida, em livre demanda.

De acordo com a médica do ambulatório, Maria Aparecida Murr, a estratégia utilizada para fazer o atendimento tem baixo custo e acarreta benefícios relevantes. “O gasto para proporcionar esse serviço à população é muito pequeno. É necessária apenas uma equipe voltada ao atendimento masculino em um turno diferenciado. E esse espaço é muito importante para que os homens também criem o hábito de cuidar da sua saúde”, ponderou.

Asubsecretária de Atenção Primária à Saúde do Distrito Federal,RosalinaArataniSudo, adiantou, em visita ao ambulatório, que “o objetivo da Secretaria de Saúde do DF é ampliar esse serviço para todas as regionais”.

Ambulatório de Saúde do Homem

A Saúde do Homem está inserida na Atenção Primária e realiza um trabalho preventivo. Nesse ambulatório, não é realizado o atendimento de especialidades. Quando a equipe constata algum problema de saúde que necessita de atendimento especializado, o paciente é encaminhado para a categoria responsável. No entanto, o monitoramento desse paciente continua sendo realizado pelo ambulatório de Saúde do Homem.

A maioria dos atendimentos é relacionada a doenças sexualmente transmissíveis ou a alguma alteração no órgão sexual masculino. A equipe também trabalha a terapia individual e a terapia de casal nas consultas.

Existem duas formas de o paciente ser atendido nesse ambulatório: ou por livre demanda, quando o próprio paciente procura o atendimento nos horários de funcionamento, ou por referência, que é quando o homem foi indicado por alguém para ser atendido. Neste último caso, a equipe de Saúdeprocura o paciente.

Rafaela Marrocos