Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/01/13 às 15h08 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Sobradinho terá complexo de saúde

Mais uma UPA em Sobradinho

A atenção à saúde dos 240 mil moradores de Sobradinho será ampliada com a construção de um Complexo de Saúde em Sobradinho II. O complexo terá uma Unidade de Ponto Atendimento (UPA), uma Unidade Básica (Clínica da Família); um Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS-ad) e uma Academia de Saúde. O complexo vai ajudar a desafogar a assistência realizada pelas atuais unidades de saúde da região. O custo  total da obra é de R$ 7,3  milhões.

Para a coordenadora da Regional de Saúde de Sobradinho (HRS), Joana D´Arc Gonçalves da Silva, a ideia de criar um complexo é muito boa. “O espaço vai reunir vários equipamentos de saúde num mesmo lugar, facilitando o acesso dos usuários”, diz. Ela acrescentou que o terreno tem localização estratégica, próximo ao restaurante comunitário de Sobradinho II, em frente a DF 420.

As obras do complexo já foram iniciadas com a construção da Unidade de Saúde. As demais unidades estão em fase de licitação. A unidade básica (clinica da família) vai abrigar sete equipes da Estratégia Saúde da Família. Já a UPA será do tipo III para atenção às urgências e emergências de baixa e média complexidades, para cobertura de uma população de 200 mil a 300 mil habitantes, 24 horas.

O espaço também terá um Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS-ad) destinado ao tratamento, 24 horas, de usuários de álcool e drogas e uma Academia de Saúde. De acordo com parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde, a academia visa promover ações de qualidade de vida, prevenção e promoção de saúde. A previsão é que todas as unidades estejam prontas até o final do ano.

Atualmente, a região de Sobradinho II conta apenas com um centro de saúde e um CAPS-AD tipo II. Nenhum deles funciona 24 horas e a população tem que se dirigir ao Hospital Regional para atendimento de urgência. Para a diretora, com as novas unidades, a região crescerá como referência em saúde mental e será fortalecida com a ampliação da estratégia Saúde da Família e a implantação da Academia da Saúde.

O Distrito Federal possui quatro Unidades de Pronto Atendimento localizadas em Samambaia, Núcleo Bandeirante, São Sebastião e no Recanto das Emas. Além do complexo de saúde de Sobradinho, o Governo do Distrito Federal está construindo outro em Ceilândia. Também estão nos planos do GDF a construção de UPAs no Plano Piloto, SIA, Brazlândia e Gama. 

Celi Gomes